quinta-feira, 17 de Outubro de 2013 06:06h Carla Mariela

José Wilson Piriquito filia-se ao Solidariedade

Conforme o parlamentar, o partido solidariedade o acolheu e ele tem a mesma ideologia e projetos que o partido. Ele deixou claro que não teve nenhum desentendimento no PSD, mas que a partir de agora segue a sua trajetória neste novo partido

O parlamentar da câmara municipal de Divinópolis, José Wilson Piriquito, saiu do Partido Social Democrático (PSD) e filiou-se no partido Solidariedade (SDD) a convite do parlamentar, Eduardo Print Júnior, que recentemente filiou-se ao mesmo partido.
De acordo com José Wilson Piriquito, ele sempre procurou lutar em prol do partido que dê condições para realização de um trabalho voltado aos divinopolitanos. “O partido solidariedade me acolheu e temos a mesma ideia e projetos para Divinópolis, por isso estou hoje assinando a ficha com o vereador Eduardo Print Júnior que é o presidente do solidariedade. Não teve nenhum desentendimento no PSD e agradeço ao partido pelo tempo em que fiquei neste”, declarou.
Eduardo Print Júnior (SDD) já havia adiantado para a Gazeta que o partido defende o trabalhador e é extremamente importante. Ele explicou que para fazer parte do Solidariedade, ele foi  convidado pelo deputado estadual, Gustavo Perrella.  O vereador ficou satisfeito com a chegada do José Wilson Piriquito no partido. “Este partido já nasce grande. Nós o fundamos aqui no dia 04 de outubro e agora vai receber este grande vereador que é o José Wilson. Temos um retrospecto bem bacana trabalhando juntos. Já fizemos parte da comissão de educação, esporte e também de cultura. Já fizemos vários trabalhos em conjunto e uma das defesas do Solidariedade são as causas do empregado e empregador”, disse.
Entretanto, Piriquito já se desfiliou do PSD, assinou a documentação ontem, a qual será registrada no cartório eleitoral, o que confirmará sua filiação ao SDD.
O presidente nacional do partido é o advogado, Marcílio Duarte Lima, que tem também como principal liderança o sindicalista e político Paulo Pereira da Silva, este ligado à Força Sindical. Os dirigentes do Solidariedade pediram seu registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em junho de 2013. Este novo partido foi aprovado em sessão do Tribunal Superior Eleitoral do dia 24 de setembro de 2013.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.