Judicialização da saúde é criticada em abertura de fórum

Primeiro dia do Fórum Técnico da Associação Mineira dos Municípios contou com a participação do presidente da ALMG

O presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), deputado Dinis Pinheiro (PP), participou, nesta segunda-feira (10/11/14), da abertura do Fórum Técnico da Associação dos Municípios Mineiros (AMM). Durante sua fala, ele criticou a baixa participação do Governo Federal no financiamento da saúde pública e o peso desse gasto para as contas dos estados e dos municípios. “A saúde só anda por causa dos municípios. Dos 5% do Produto Interno Bruto (PIB) que devem ser investidos nessa área, 1% é federal e os outros 4% vêm dos estados e dos municípios”.

A questão da saúde também foi abordada por outras autoridades presentes. O vice-prefeito de Belo Horizonte, Délio Malheiros, e o presidente da AMM e prefeito de Barbacena (Região Central do Estado), Antônio Andrada, criticaram a judicialização da saúde, quando cidadãos entram na Justiça pedindo que os órgãos públicos arquem com gastos de tratamentos médicos especiais. “A judicialização prejudica o orçamento dos municípios e gera danos à coletividade. Poucos interferem em um recurso para muitos, fragilizando o sistema e, muitas vezes, prejudicando os mais carentes”, destacou Andrada.

Ainda durante a abertura do evento, Dinis Pinheiro recebeu homenagem em nome da Assembleia Legislativa. A placa foi entregue em agradecimento ao apoio dado pela ALMG ao fórum.

Fórum Técnico da Associação dos Municípios Mineiros – O evento, que será realizado até esta quarta-feira (12), no Minascentro, tem o objetivo de abordar questões da gestão pública municipal como saúde, segurança, mobilidade urbana, meio ambiente, assistência social e desenvolvimento econômico.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.