segunda-feira, 23 de Março de 2015 10:22h Isabela Vieira - Repórter da Agência Brasil

Justiça decide afastar prefeito fluminense acusado de receber propina

A Justiça Estadual do Rio de Janeiro decidiu, por meio de uma liminar, afastar o prefeito de São Sebastião do Alto

A Justiça Estadual do Rio de Janeiro decidiu, por meio de uma liminar, afastar o prefeito de São Sebastião do Alto, na região serrana, Mauro Henrique Chagas. Ele é acusado de receber propina de R$ 100 mil de um empresário de Macaé, segundo investigações da Polícia Federal.

O afastamento de Mauro Chagas, que está preso desde quarta-feira (18), foi pedido, hoje (20), pela 1ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva do Núcleo Cordeiro. Na ação de improbidade, o Ministério Público quer também que o prefeito pague uma multa de R$ 1 milhão por dano moral coletivo.

O inquérito da Polícia Federal sobre o caso revela que o prefeito cobrou propina para assinar dois contratos públicos de licitação. A denúncia partiu do próprio empresário que venceu a concorrência e estava sofrendo pressão do prefeito para fazer o pagamento. Procurado, os advogados de Mauro Chagas não foram encontrados. A prefeitura da cidade também não se pronunciou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.