sábado, 28 de Julho de 2012 10:47h Gazeta do Oeste

Kassab diz que se a eleição fosse hoje, apoaiava Dilma

 Em plena campanha para fazer de José Serra (PSDB) seu sucessor em São Paulo, o prefeito Gilberto Kassab (PSD) não esconde sua inclinação em apoiar o governo da presidente Dilma Rousseff após as eleições municipais.

 

 

"Não tenho constrangimento em afirmar que se as eleições fossem hoje, eu me sentiria muito confortável em apoiar a reeleição da presidenta Dilma", diz.

 

À Folha, Kassab diz que bancou uma intervenção e rompeu com o PSDB em Belo Horizonte para evitar o apoio de seu partido a um candidato do senador Aécio Neves (PSDB), provável adversário de Dilma em 2014.

 

 

Questionado sobre seu futuro político e uma possível candidatura ao governo do Estado em 2014, afirma: "não descarto nada".

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.