segunda-feira, 11 de Novembro de 2013 05:02h Atualizado em 11 de Novembro de 2013 às 08:33h. Carla Mariela

Lagoas dos Mandarins

Presidente do legislativo garante que novas moradias será realidade

O presidente da Câmara, Rodyson Kristnamurti (PSDB), falou, durante discurso em reunião ordinária, sobre a região do Lagoa dos Mandarins. Ele explicou que antes de ser vereador, trabalhou como supervisor da Cohab, centro-oeste. Além disso, conseguiu viabilizar mais de 115 cotas básicas do conjunto habitacional, Lagoa dos Mandarins.

 


Ainda conforme o presidente, ele conseguiu 200 equipamentos de aquecedores solares no bairro Lagoa dos Mandarins II. Conseguiu a viabilização também da construção do Cmei daquele bairro.
Rodyson Kristnamurti esclareceu que outra benfeitoria foi cinco ônibus para transportar os alunos daquela região e conseguiu ainda com a ajuda dos colegas vereadores reverter um terreno que estava denominado numa praça pública para a construção de uma igreja. “Consegui algumas ações para aquela comunidade onde tive o prazer de trabalhar pela família”, afirmou.

 


Quando tudo estava “arrumado” para mais de 560 novas moradias neste bairro, infelizmente, segundo o presidente, em 2009 não conseguiu junto com outras lideranças a viabilização. Nem em 2010 e nem 2011. Apesar de não ter conseguido a viabilização nesta época, recentemente veio à notícia de que o seu trabalho, que foi semeado lá trás, ainda como supervisor regional foi viabilizada. “Nesta terceira etapa são 310 novas unidades que foram liberadas e serão licitadas. Fico feliz de ver o fruto do trabalho persistente e a confiança de atuação política do deputado federal, Domingos Sávio, junto com o prefeito Vladimir Azevedo e com o governador Antônio Anastasia”. Rodyson ainda destaca que estas 310 unidades habitacionais será custo zero para a prefeitura aonde a Cohab vai construir toda a organização de pavimentação, iluminação, drenagem, água, esgoto. “Fico feliz porque enquanto tem uns pessimistas que insistem em perseguir vereadores, deputados e prefeito para criticar, para desejar mal, estamos fazendo o nosso trabalho de fiscalizador”, destacou.

 


O presidente da Câmara declarou que o presidente da Cohab assumiu o compromisso e lançou o edital em um trabalho em conjunto. “O deputado (Domingos Sávio) tem 30 dias para articular e parece que tem uma sinalização positiva, se isso ocorrer vai possibilitar mais 800 unidades habitacionais no regime de apartamentos. Pedimos para o presidente da Cohab que garanta parte dos terrenos para manutenção de equipamento público, ou seja, a construção de campo de futebol, quadras, posto de saúde, dentre outros”, finaliza.

 

 

Plano Diretor

 


O presidente disse que sabe que a análise do Plano Diretor será árdua. “Respeito todas as instituições e sei que tem três pilares da democracia que é o poder legislativo, executivo e judiciário. Os três poderes que dirige a democracia. Sustentados nestes pilares, com ética, transparência”.
Segundo o presidente, os vereadores tem tamanha responsabilidade para apreciar e aprovar o Plano Diretor. “A missão é resolver primeiro a infraestrutura básica. São 1.900 quarteirões para serem pavimentados e precisamos de mais de quatro mil postes de iluminação. Vou bater muito no Executivo e cobrar na situação do imposto progressivo, uma vez que tem grandes latifundiários urbanos que muitas vezes não pagam impostos de lotes, não limpa o passeio, trazendo grande transtorno social. Vamos enfrentar o problema de frente, o que não podemos deixar é que Divinópolis fique no interesse de A ou de B. Temos que procurar forma de equilíbrio, mecanismos, cada caso tem que ser estudado”, concluiu.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.