quarta-feira, 29 de Fevereiro de 2012 08:38h Atualizado em 29 de Fevereiro de 2012 às 09:42h.

Lideranças políticas se reúnem para tratar de melhorias na MG-050

O Deputado Estadual Fabiano Tolentino (PSD) e o Deputado Federal Domingos Sávio (PSDB), se reuniram na tarde de segunda-feira (27) com o Diretor de Fiscalização do Departamento Estadual de Estradas e Rodagem de Minas Gerais (DER/MG), João Afonso Baeta, para tratar dos trechos críticos da MG-050 no entorno das cidades de Divinópolis e São Sebastião do Oeste

“A reunião, solicitada pelo próprio DER, teve como objetivo apresentar os pontos críticos da rodovia, levantados pela concessionária Nascente das Gerais e que estão dentro desses dois municípios. Dentre esses pontos, consideramos que o mais crítico deles seja o trecho do bairro Icaraí/Centro Industrial, em Divinópolis, que é um problema antigo e que demanda uma solução imediata”, disse Tolentino.

Na reunião, foi apresentada a proposta para que um semáforo seja instalado com urgência no trevo até que o trecho passe por uma reforma para facilitar o fluxo de veículos. Tanto Fabiano quando Domingos disseram que a solução definitiva do problema no trevo do bairro Icaraí só será solucionado com a duplicação da MG-050, que é outra demanda que já está sendo revista e cobrada junto à Nascente das Gerais.

Já no município de São Sebastião do Oeste, um via vicinal, que serve de acesso para as residências na região, estaria sendo utilizada como rota de fuga da praça de pedágio, segundo a concessionária. Baeta já informou que irá se reunir com a Nascentes nos próximos dias para tratar do assunto, já que ambos os deputados já alertaram para a necessidade que moradores do local tem em utilizar essa via.

O assessor de governo da Prefeitura de Divinópolis, João Luiz, e o representante da prefeitura de São Sebastião do Oeste, Ademar, também estiveram presentes durante a reunião.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.