quinta-feira, 13 de Novembro de 2014 06:45h

Lideranças sindicais e sociais se unem e articulam soluções para a crise da saúde

Grupo planeja mudanças e indicações a gestão do futuro governador, Fernando Pimentel

Com objetivo de discutir a crise da saúde pública que atinge toda a região Centro-Oeste e pleitear mudanças a partir do início da gestão de Fernando Pimentel, como governador do estado, foi realizada nesta terça-feira (11), na sede do Sintram, reunião entre diversas lideranças sindicais, sociais e políticas de Divinópolis, Bambuí, Itaúna, Formiga, Pitangui, Nova Serrana, Pains, Luz, Capitólio, Lagoa da Prata.
O fraco desempenho da Gerência Regional de Saúde de Divinópolis (GRS) na solução das dificuldades enfrentadas pelos usuários do Sistema Único de Saúde e a mudança na sua direção foram os principais assuntos do encontro.
O debate contou com a presença de prefeitos, ex-prefeitos, vereadores, ex-vereadores, líderes partidárias, sindicais e comunitários, assessores parlamentares, profissionais de saúde e da área acadêmica e ficou clara a cobrança de um comportamento mais eficiente da Gerência Regional de Saúde de Divinópolis na solução da crise do Hospital São João de Deus, em decorrência das graves repercussões para a população regional. 
O grupo direcionou várias críticas a administração de Divinópolis e ao atual governo do estado, alegando que diante da gravidade da situação tais gestores públicos permitiram que a falta de leitos hospitalares se tornasse a maior angústia para os doentes da região.  Foi citada como irresponsabilidade a promessa da Administração Municipal e do Governo de Minas de inauguração do Hospital Regional, em Divinópolis, para final de 2011 e até o momento apenas a estrutura física está finalizada.
Durante o encontro, foi escolhida uma lista tríplice, que será encaminhada ao futuro governador, Fernando Pimentel, com objetivo de preencher o cargo de diretor da Gerência Regional de Saúde de Divinópolis. Na lista consta os nomes de Ronaldo Márcio Gonçalves, ex-prefeito de Pains, Agostinho Oliveira, ex-prefeito de Luz, e André Amorim Martins, psicólogo e professor da UEMG em Divinópolis.
O médico, diretor do Sintram e um dos coordenadores da reunião, Alberto Gigante Quadros, afirma que diferente daqueles que, individualmente, pressionam o futuro governo em busca de interesses pessoais, esse grupo de lideranças do Centro Oeste quer junto com o movimento social apresentar uma solução coletiva para o atual caos da saúde. “Oferecemos nomes que, além de experiência e conhecimento do assunto, levam consigo o apoio e o empenho daqueles que ajudaram a mudar a história, contribuindo para a vitória de Fernando Pimentel”, alegou.

 

 

Crédito: Divulgação

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.