segunda-feira, 13 de Agosto de 2012 12:39h Gazeta do Oeste

Mais de 11 milhões de eleitores vão escolher 92 prefeitos e 1.188 vereadores no Rio

Cerca de 11,89 milhões de eleitores são esperados nas seções eleitorais dos 92 municípios do estado do Rio de Janeiro no dia 7 de outubro. Os fluminenses vão escolher entre os 367 candidatos que disputam as prefeituras nas eleições deste ano.

 

 

O município com maior número de candidatos é Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, com dez concorrentes ao cargo de prefeito, depois vem o Rio de Janeiro, Duque de Caxias e Teresópolis, com oito candidatos cada.

 

Os eleitores fluminenses também escolherão seus representantes nas casas legislativas municipais. São 20.484 candidatos, segundo dados até o dia 3 de agosto, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que vão disputar 1.188 vagas nas câmaras de vereadores.

 

 

Com 4,7 milhões de eleitores, o Rio de Janeiro é o município com o maior número de vagas na Câmara Municipal (51), maior número de candidatos a vereador (1.581). Depois da câmara carioca, os legislativos municipais com maior número de representantes são os de Duque de Caxias e de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, com 29 vagas. Nova Iguaçu também tem o maior número de candidatos a vereador, depois da capital, 885.

 

Em 34 municípios, o Legislativo tem o número mínimo de nove representantes. Com apenas 41 candidatos, São Sebastião do Alto, na região serrana fluminense, terá a eleição para vereador menos disputada. São 41 candidatos para as nove vagas, uma média de 4,5 candidatos por vaga.

 

 

Dos 11,89 milhões de eleitores fluminenses, 6,35 milhões são mulheres e 5,53 milhões, homens. A maior parte do eleitorado (4,8 milhões ou 40% do total) é formada por pessoas que têm o ensino fundamental completo ou incompleto, 4,5 milhões (ou 38% do total) têm o ensino médio completo ou incompleto e cerca de 1,1 milhão de eleitores (9% do total) têm ensino superior, seja completo ou incompleto.

 

Os analfabetos são 272 mil, ou seja, 2% do eleitorado do Rio de Janeiro, e os que sabem ler ou escrever, mas não têm escolaridade, somam 1,1 milhão (9% do eleitorado).

 

 

Entre os 11,89 milhões de eleitores, 118 mil têm entre 16 e 17 anos e 1,1 milhão mais de 70 anos de idade. O eleitorado jovem cujo voto é obrigatório, entre 18 e 24 anos, concentra 1,6 milhão de pessoas. A distribuição pelo restante das faixas etárias são: 25 a 34 anos (2,6 milhões), 35 a 44 anos (2,3 milhões), 45 a 59 anos (3 milhões) e 60 a 69 anos (1,2 milhão).

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.