terça-feira, 12 de Junho de 2012 16:06h Atualizado em 13 de Junho de 2012 às 10:51h. Carla Mariela

Mais uma etapa concretizada para a instalação do CAPS AD

Divinópolis está prestes a receber o Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD). Esse centro tem o objetivo de ajudar os dependentes químicos no combate às drogas e álcool por meio de tratamento adequado

Divinópolis está prestes a receber o Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD). Esse centro tem o objetivo de ajudar os dependentes químicos e seus familiares no combate à droga e o álcool por meio do tratamento adequado e orientação de pessoas capacitadas nesse combate. Com o apoio do Deputado Federal, Jaime Martins (PR), foi assinado em Belo Horizonte, na semana passada, um convênio com a Secretaria de Patrimônio da União para a liberação do imóvel onde será instalado o CAPS AD no Município de Divinópolis. 

 

O CAPS AD é um assunto que há muito tempo vem sendo debatido na Câmara da cidade pelos parlamentares durante as Reuniões Ordinárias. Para o vereador Geraldinho da Saúde (PR), é necessária a existência desse projeto em Divinópolis, uma vez que o número de homicídio na cidade está cada vez mais alarmante.

 

“Essa assinatura é um importante passo, precisamos urgente do CAPS AD, pois nós sabemos que muitas famílias hoje gritam por socorro, por tratamento para o seu ente querido, que infelizmente é dependente das drogas. Temos um importante apoio parlamentar, pois no ano passado eu encaminhei juntamente com o Deputado Jaime Martins, ao Ministro da Saúde Alexandre Padilha (PT-SP), solicitando a ele a interferência do Ministério da Saúde para ter o CAPS AD na cidade. O Município está sensibilizado, enviou o projeto, e agora com a liberação do imóvel e apoio mais uma vez do Jaime Martins, damos mais um grande passo para a implantação desse projeto”, afirmou.

 

Ainda segundo Geraldinho, já existem profissionais treinados para fazer parte do CAPS AD. “O Ministério da Saúde disponibilizou esses treinamentos para capacitar as pessoas que também estão dispostas a ajudar nessa ação. Eu cobrei do Secretário Adjunto se já existe a capacitação para esse pessoal e ele me respondeu que já tem uma pessoa responsável que já está com a equipe treinada”, relatou.

 

No estudo feito recentemente pelo Ministério da Justiça, que comparou as taxas de homicídios nas 27 unidades da Federação, Minas Gerais é um Estado que está ocupando o quarto lugar no ranking.

 

Durante entrevista a Gazeta do Oeste, Geraldinho da Saúde deixou claro, que há uma preocupação por parte dele em fazer com que os jovens parem de se envolver com as drogas e se insiram futuramente no mercado de trabalho. “O ideal seria que os professores de Educação Física e estagiários de Fisioterapia também colaborassem com o projeto. Academias ao ar livre nas praças seria fundamental, pois além de combater doenças, iria também fazer com que os jovens se interessassem cada vez mais pelo esporte e consequentemente não dariam a atenção para esse transtorno que é o álcool e a droga”, ressaltou.

 

Ele ainda acrescentou que Divinópolis não é um caso isolado, pois em pesquisa feita recentemente de cada dez cidades, nove possuem problemas relacionados ao tráfico de drogas. “Essa é uma epidemia mundial, o Brasil está vivenciando essa situação e a população divinopolitana está cada vez mais assustada com a violência”, disse.

 

Segundo o Secretário de Desenvolvimento Econômico, Rodrigo Resende, depois de uma conversa que o prefeito Vladimir teve com a secretária de Saúde, Cherie Mourão, foi questionado se havia algum imóvel em Divinópolis que poderia ser cedido para a prefeitura para construir o CAPS AD. “São dois imóveis que nós estamos pleiteando junto com a Rede Ferroviária Federal. A Rede não existe mais e o seu patrimônio está com a FCA, conversei então com Rogério Aranha sobre a possibilidade para ceder os dois imóveis para a prefeitura e nesse último encontro houve a assinatura de liberação do imóvel para o CAPS AD. O imóvel já está à disposição da prefeitura, porém se encontra irregular e o próximo passo agora é entrar na justiça para tirar um invasor que ocupa o imóvel irregularmente, eu acredito que deve levar uns 40 dias. O CAPS AD é importante já que vemos nos noticiários o crescente índice de violência com relação às drogas diversas, tanto o dependente químico, quanto o de álcool, no trânsito principalmente devido os graves acidentes. Divinópolis sai na frente colocando esse CAPS AD para dar uma assistência a essas pessoas que necessitam de assistência do poder público”, declarou Resende.

 


Participaram da assinatura, o Superintendente da SPU em Minas Gerais, Rogério Veiga Aranha, o vereador Geraldinho da Saúde e o Secretário de Desenvolvimento Econômico de Divinópolis, Rodrigo Resende; com o apoio do deputado Jaime Martins.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.