quinta-feira, 19 de Julho de 2012 14:49h Carla Mariela

Mesários voluntários tem papel importante nas eleições

Um desses benefícios indica que o mesário, tem o direito de se ausentar do trabalho pelo dobro dos dias trabalhados durante a eleição e pela participação nos treinamentos ministrados pela Justiça Eleitoral.

A campanha eleitoral referente às eleições de 2012 já começou, e o mesário é um importante voluntário que participa e contribui com esse processo eleitoral. O seu objetivo é fazer, durante as eleições, com que o eleitor exerça o seu direito de votar, uma vez que o seu voto deve ser exercido e respeitado. Desde 2004, foi implementado pelo Tribunal Regional Eleitoral de Minas (TRE/MG), a proposta conhecida como projeto voluntário, no qual tem o intuito de fazer com que o eleitor participe de forma espontânea para trabalhar como mesários nos dias da eleição. Para ser mesário é preciso que o voluntário siga alguns treinamentos. Mas, embora tenha as normas para serem seguidas, os mesários também, possuem alguns benefícios.

 


Um desses benefícios indica que o mesário, tem o direito de se ausentar do trabalho pelo dobro dos dias trabalhados durante a eleição e pela participação nos treinamentos ministrados pela Justiça Eleitoral. O mesário que trabalhar durante a eleição, também tem direito ao recebimento de auxílio-alimentação, no 1º turno e se caso houver o 2º turno das eleições, ele também possui esses benefícios.

 

Outra vantagem da participação do mesário no processo eleitoral é o fato de quando o mesário for tentar algum tipo de concurso público, por exemplo, o exercício da sua função no processo eleitoral possivelmente valerá como critério de desempate, caso haja essa previsão no edital do concurso.

 

De acordo com as informações do TRE/MG, nesse ano foi implantado, outro projeto de tamanha relevância, conhecido como Mesário Universitário. Essa proposta surgiu por meio de convênios em algumas instituições de ensino superior, sediadas em BH, e tem como objetivo incentivar a participação voluntária de estudantes. Inicialmente esse convênio só insere estudantes eleitores em BH. Para eles, também há alguns benefícios. Apesar dessas vantagens que os mesários possuem, eles não são remunerados.

 

 

Não podem ser mesários: os candidatos e seus parentes, os membros dos diretórios dos partidos políticos, as autoridades e agentes policiais (funcionários de cargos de confiança), eleitores menores de dezoito anos. Normalmente, os mesários são nomeados entre os eleitores da própria seção.

 

É importante que o mesário durante a eleição saiba que, se caso ele já foi convocado pelo Cartório Eleitoral, e se acontecer algum imprevisto nos dias de participar da eleição desse ano, o mesário deve justificar a sua ausência, e para isso, é preciso que ele tenha o prazo de 30 dias, a contar do dia das eleições, para justificar ao Cartório Eleitoral do Município. Caso, o mesário foi convocado, é fundamental que ele compareça, pois a sua presença é obrigatória. Se não houver a justificativa no prazo previsto, a sua ausência é considerada crime de desobediência e ele fica sujeito a tomar multas.

 

Contudo, o mesário deve está na Seção Eleitoral do início ao fim da votação dos eleitores. É ele que recebe o eleitor, colhe e confere assinaturas no caderno de votação e libera a urna eletrônica para que o eleitor possa exercer o seu direito de cidadania por meio da votação. É o mesário que garante também, o sigilo do voto. Além disso, ele deve zelar pela segurança das urnas eletrônicas durante todo o processo de votação.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.