sábado, 23 de Janeiro de 2016 13:50h Atualizado em 23 de Janeiro de 2016 às 04:41h. Agência Brasil

Ministro da Saúde inicia caravana contra o Aedes aegypti pelo Ceará

O ministro da Saúde, Marcelo Castro, visitou ontem (22) as cidades do Crato e de Juazeiro do Norte, no sul do Ceará, com a caravana de enfrentamento ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chicungunya

O Ceará é o primeiro estado a receber a mobilização. O objetivo da ação contra o Aedes aegypti nos estados é reforçar as atividades de assistência à saúde e de combate aos criadouros do mosquito. O Nordeste é a região onde há maior incidência de dengue e microcefalia, doença relacionada ao vírus Zika, que provoca o desenvolvimento inadequado do cérebro de bebês.

Junto com o governador Camilo Santana, prefeitos e secretários de municípios cearenses, Castro apresentou detalhes do Plano Nacional de Enfrentamento ao Aedes aegypti e à Microcefalia.

“O combate ao mosquito da dengue é a única arma que temos no momento. Toda a nossa ação, de casa em casa, em todos os lares brasileiros, é para não deixar o mosquito nascer, e faremos isso ao destruir seus criadouros”, disse o ministro, durante evento no Centro de Convenções do Cariri, no Crato.

Em Juazeiro do Norte, Marcelo Castro acompanhou agentes de endemias do estado na visita a residências. A ação faz parte do Plano Estadual de Enfrentamento ao Aedes aegypti, lançado pelo governo do Ceará em dezembro. Há 18 mil agentes de endemias visitando as casas e militares do Exército atuam instalando telas protetoras nas caixas d'água.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.