terça-feira, 11 de Agosto de 2015 13:43h

MTE e Anfavea destacam na CDEIC importância do PPE

Com ações do governo, presidente da Anfavea prevê estabilização da produção e manutenção dos empregos na indústria automobilística

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) participou, na manhã terça (11), na Câmara Federal, de reunião ordinária da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio (CDEIC), que debateu o cenário da produção de veículos e da manutenção de empregos no setor automotivo nacional. Para deputados e representantes da Associação Nacional de Veículos Automotores (Anfavea), a coordenadora-geral de Estatísticas do Trabalho do MTE, Maria Emília Piccini Veras, valorizou a importância do Programa de Proteção ao Emprego (PPE).
Maria Emília destacou a relevância das medidas implementadas pelo MTE, em conjunto com outras áreas do governo, para preservação dos postos de trabalho. “O PPE já tem demandas de empresas que buscam a adesão, especialmente nos setores automotivos e de siderurgia. Certamente teremos um resultado expressivo ao longo dos próximos anos”, explicou.

Creditando o atual cenário à construção de uma conjuntura de pessimismo, o presidente da Anfavea, Luiz Moan, enfatizou os reflexos positivos do PPE. “O Programa é uma medida moderna e importante não somente para o setor automotivo, mas para toda atividade econômica”, explicou.

O dirigente assegurou à CDEIC que o setor manterá os investimentos anunciados na ordem de R$ 8 bilhões, além de apresentar projeções. “Nos próximos cinco meses, embora com previsão de baixa na produção automotiva, haverá uma estabilidade em termos de produção e manutenção de empregos. É com esta perspectiva de estabilizar o cenário que estamos trabalhando junto com o governo federal”, assegurou.

Entre as medidas para retomada das vendas e manutenção dos empregos na indústria automobilística, a representante da Secretaria de Desenvolvimento da Produção do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Margarete Gandini, citou o Plano Nacional de Exportação. A iniciativa tem por objetivo estimular a retomada de mercados externos. Em sete meses, segundo a Anfavea, aumentou as exportações de veículos em mais de 10 por cento.

Entre os mercados externos aquecidos, está o México, onde as vendas automotivas aumentaram 70 por cento. O governo brasileiro também negocia acordos com a Colômbia, Peru, Uruguai e países africanos.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.