quarta-feira, 4 de Março de 2015 10:22h Atualizado em 4 de Março de 2015 às 11:08h. Jotha Lee

Novo vereador assume cargo em dia de sessão sem projetos

Substituto de Eduardo Print Junior assume com mandato fixado em um ano

Em uma solenidade rápida, o presidente da Câmara Municipal de Divinópolis, Rodrigo Vasconcelos de Almeida Kaboja (PSL), deu posse ontem ao vereador Raimundo Nonato Ferreira (PDT), substituto de Eduardo Print Júnior (SDD), que na segunda-feira assumiu o cargo de secretário municipal de Esportes, Lazer e Juventude. Nonato obteve 1.193 votos nas eleições de 2012 e ficou na primeira suplência do PDT, partido que elegeu Print Júnior.
A solenidade de posse aconteceu na abertura da sessão ordinária ocorrida ontem. Inicialmente o presidente da Casa leu a portaria que concedeu licença temporária a Eduardo Print Júnior. Em seguida, Raimundo Nonato foi conduzido ao plenário pelos vereadores Marcos Vinícius Alves da Silva (PSC) e o vice-presidente da Casa, Oriosmar Pinheiro, o Careca da Água Mineral (PROS). Logo depois ele prestou juramento da tribuna e em seguida foi declarado novo vereador.
A saída de Eduardo Print Junior exigirá a eleição de novo primeiro secretário da Mesa Diretora, cargo que ele ocupou desde o início do ano. De acordo com o secretário geral da Câmara, Flávio Ramos de Assis Pereira, a eleição ainda não tem data. “O regimento interno fala apenas em nova eleição e não estabelece nenhum rito a ser seguido, por isso a eleição do novo primeiro secretário será realizada tão logo seja marcada pelo presidente”, explicou.
UM ANO
Raimundo Nonato assume a cadeira com prazo fixado de um ano, já que em março de 2016 Eduardo Print Júnior retorna ao cargo. Em entrevista ao Gazeta do Oeste, ele afirmou que o prazo é curto, mas há tempo para colocar em prática alguns de seus projetos. “É realmente um tempo muito curto, mas a gente está aqui na Casa com o objetivo de somar”, afirmou. Sem especificar suas metas o novo vereador disse que tem projetos. “Todo aquele que é candidato tem seus projetos, suas políticas públicas. A gente tem projeto sim”, acrescentou.
O novo vereador admitiu que a cidade tem muitas problemas e disse que é preciso esquecer as siglas partidárias. “A gente tem que trabalhar com afinco, pois Divinópolis é hoje uma cidade com mais de 200 bairros. Na medida do possível a gente vai avançando. Se a gente deixar de lado as siglas e olhar os interesses do povo, eu sei que ainda tem muita coisa a ser feita nessa cidade”, finalizou.
Aos 44 anos, Raimundo Nonato Ferreira, nascido no dia 24 de maio de 1970, assume seu primeiro cargo eletivo e já adiantou que em 2016 volta a disputar uma cadeira no Legislativo Municipal. De acordo com a assessoria de comunicação da Câmara, ele entrou para o serviço público em 2005 quando assumiu o posto de encarregado na Empresa Municipal de Obras Públicas (EMOP). Em 2008, Nonato trabalhou na área de mecânica da Prefeitura e em 2009 assumiu o cargo comissionado de Chefe de Setor do Serviço Municipal do Luto. Em 2013, novamente ganhou um cargo em comissão do prefeito Vladimir Azevedo (PSDB), assumindo a Gerência de Segurança Alimentar na Secretaria de Desenvolvimento Social, onde atuou até a semana passada.
Em 2004, ele disputou sua primeira eleição. Candidato a vereador pelo PHS, obteve 577 votos. Voltou a disputar o cargo em 2008 e, mais uma vez não foi eleito, ficando com 1.033 votos. Em 2012, já filiado ao PDT, Raimundo Nonato conquistou 1.193 votos, ficando na primeira suplência do partido, o que permitiu que ele assumisse ontem a vaga de Eduardo Print Júnior, que foi eleito pela legenda em 2012 e, no ano passado migrou-se para o SDD.
A primeira reunião ordinária da qual Raimundo Nonato participou como vereador não teve nenhum projeto a ser apreciado. Todos os vereadores, em seus discursos, deram boas vindas ao novo parlamentar e Edmar Rodrigues (PSD) destacou que obter mais de mil votos numa campanha para a Câmara não é fácil e quem consegue isso merece respeito, referindo-se à votação obtida pelo novo colega. Adiar Otaviano (PMDB), deu um conselho ao novo vereador: “Seja aqui nesse plenário os olhos, os ouvidos e a boca do povo, pois foi para isso que fomos eleitos”. 


Crédito: Jotha Lee

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.