terça-feira, 8 de Outubro de 2013 05:23h Carla Mariela

O vereador Eduardo Print Júnior sai do PDT e se filia ao Solidariedade

O parlamentar afirmou que para fazer parte do Solidariedade, ele foi convidado pelo deputado estadual, Gustavo Perrella, dentre outros. A ideia é que ele participe do diretório do SDD e futuramente disputa uma possível candidatura a deputado estadual

O parlamentar da câmara municipal de Divinópolis, Eduardo Print Júnior, saiu do Partido Democrático Trabalhista (PDT) e filiou-se ao partido Solidariedade (SDD). Em entrevista ontem à Gazeta do Oeste, ele relatou que a construção deste novo partido tem como objetivo principal os ideais focados no trabalhador.
Para Eduardo Print Júnior esta defesa ao trabalhador é extremamente importante. Ele enfatizou que para fazer parte do Solidariedade foi  convidado pelo deputado estadual, Gustavo Perrella, dentre outros. A ideia é que ele participe do diretório e futuramente dispute uma possível eleição a deputado estadual.
Conforme o vereador existe um prazo de 70 dias, para a construção do diretório municipal de Divinópolis e iniciar os trabalhos juntamente com o sindicato até mesmo para aprofundamento das atividades que ocorrem na associação.
Questionado se esta mudança daria uma probabilidade de se adquirir mais votos nas próximas eleições, uma vez que o vereador confirmou a possibilidade de sair como candidato a deputado, ele abordou que qualquer partido depende de muito trabalho, muita dedicação, e que ele acredita que a legenda do Solidariedade  possa ser menor. Mas, para ele, futuramente o partido poderá se coligar com outros até mesmo maiores.
Entretanto, o parlamentar deixou claro que a partir do próximo ano, haverá a discussão entre os membros do diretório de como será o partido, se será da base governista, se vai ser da base estadual, ou se será da base federal, tudo isso, conforme Eduardo Print Júnior, será construído em coletividade.
O presidente nacional do partido é o advogado, Marcílio Duarte Lima e tem como principal liderança o sindicalista e político Paulo Pereira da Silva, ligado à Força Sindical.
Os dirigentes do Solidariedade pediram seu registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em junho de 2013. Este novo partido foi aprovado em sessão do TSE no dia 24 de setembro deste ano.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.