segunda-feira, 17 de Novembro de 2014 05:04h

Panorama discute os caminhos econômicos pós-eleições

Programa da TV Assembleia recebe os economistas Cláudio Gontijo e Eduardo Menicucci nesta quarta-feira (19)

Os caminhos da economia brasileira, a partir do resultado das urnas e da reeleição da presidente Dilma Rousseff, serão analisados na próxima quarta-feira (19/11/14), pelo Panorama, programa da TV Assembleia, que vai receber os economistas Cláudio Gontijo, professor de Economia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), e Eduardo Menicucci, professor do Centro Universitário UNA. O Panorama vai ao ar às 8h30.

Assista aos últimos vídeos do Panorama.
Consulte a sintonia da TV Assembleia na sua cidade.

Os convidados comentam o cenário econômico, como tema das discussões eleitorais, quando inflação, crescimento e reforma tributária entraram na pauta de eleitores e candidatos. As propostas para as áreas econômica e financeira foram motivo de divergência no segundo turno, ora colocando o País numa situação menos confortável que em 2010, mas ainda segura, ora indicando que decisões erradas tornaram o ambiente muito preocupante.

Segundo os dois economistas, o Brasil não vive uma situação caótica, nem tão confortável, visto que a economia globalizada faz com que os arranjos locais sejam muito afetados por mudanças ocorridas em países distantes. Nesse sentido, eles lembram a recessão grave vivida pela Europa e a queda da taxa de crescimento da China. Para diminuir os impactos, na opinião dos convidados, o Governo Federal terá que tomar novas decisões, como a da alta de juros recente, que podem desagradar a certos setores. O programa aborda ainda a crise da desindustrialização e mostra a opinião dos dois economistas sobre formas de incentivar o setor industrial, vital, de acordo com eles, para uma economia dinâmica e forte.

O programa tem reprises às 19 horas, de quarta (19), e à 1 hora da manhã, de quinta (20).

Hanseníase ontem e hoje é o tema do programa de quinta-feira (20)

Na quinta-feira (20/11/14), o tema a ser abordado é “Hanseníase ontem e hoje”, em reprise. Uma das doenças mais temidas do século passado, a hanseníase persiste como problema de saúde pública no Brasil. De acordo com o Ministério da Saúde, são cerca de 33 mil novos casos, por ano, de pessoas contaminadas pela bactéria, que atinge os nervos e a pele.

Para falar do que mudou, desde os tempos de isolamentos dos hansenianos em colônias, o programa recebe Marco Túlio de Freitas Ribeiro, coordenador do Núcleo de Ensino e Pesquisa da Casa de Saúde Santa Izabel, e Thiago Flores, coordenador Estadual do Morhan, Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase.

A doença tem tratamento e cura, mas ainda é marcada por estigmas. Os especialistas analisam por que as regiões endêmicas de hanseníase estão em áreas consideradas de maior pobreza e alertam para a subnotificação, já que o Morhan calcula que haja três casos sem notificação para cada caso confirmado da doença no País.

O Panorama tem reprises às 19 horas de quinta (20) e à 1 hora da manhã de sexta (21).

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.