sábado, 11 de Agosto de 2012 10:00h Carla Mariela

Parlamentares retomam trabalhos, mas projetos das reuniões ordinárias diminuíram

A última Reunião Ordinária na Câmara Municipal, antes dos vereadores entrarem de recesso, foi no dia 03 de julho. Durante esse encontro no plenário legislativo foram debatidas ao todo 14 matérias de ordem do dia. Alguns desses projetos estavam relacionados com denominação de ruas, reversão de imóveis, semana da conscientização sobre transtornos e aprendizagem, dentre outros. Enquanto na última reunião antes de entrarem de recesso o número de propostas tenha sido 14 de ordem do dia, ao todo, na volta aos trabalhos no dia 02 de agosto, foram pautadas no plenário quatro matérias do expediente e uma matéria de ordem do dia.
Já aconteceram três encontros depois que os parlamentares retornaram aos trabalhos para participarem das Reuniões Ordinárias que acontecem todas as terças e quintas, às 14hs, e o que se percebe é a diminuição das propostas para serem debatidas e votadas durante as eleições municipais. No dia 07 de agosto, o total de matérias do expediente foi três e uma foi de ordem do dia. Já na última quinta-feira, dia 09 de agosto, ocorreu da mesma forma, três matérias de expediente e uma matéria de ordem do dia.

 


Por conta disso, após a volta dos parlamentares aos trabalhos, os encontros ordinários estão sendo encerrados antes de 17hs.

 

É provável que essa diminuição dos projetos seja devido à campanha eleitoral que já teve o seu início na cidade. Conforme, o presidente da Câmara Anderson Saleme (PR), as reuniões estão ocorrendo normalmente, porém com algumas regras justamente por causa do processo político. “As reuniões estão ocorrendo normalmente, porém a única diferença é que por estarmos em período eleitoral as reuniões serão transmitidas apenas pela Net Câmara, que é um meio de comunicação de propriedade da Câmara e não será transmitida pela TV Candidés”, ressaltou.

 

Normalmente em época de eleições há restrições para todos os funcionários do Poder Legislativo, exemplo disso, é a Portaria de número CM 008/2012, publicada por Saleme, dispondo sobre a veiculação de propagandas eleitorais no interior da Câmara. A utilização de faixas, fixação de cartazes, distribuição de folhetos, é permitida somente dentro dos gabinetes. OS funcionários da Casa não podem fazer propaganda eleitoral, uma vez que eles podem ter um candidato de sua preferência, mas não podem percorrer pelos corredores fazendo propaganda eleitoral. Eles não podem usar blusas com estampas relacionadas aos candidatos e nem adereços e acessórios em horários do expediente.

 

Ao questionar para a servidora Júlia Amaral, sobre qual a quantidade de projetos que seriam apresentados na próxima reunião ordinária, no dia 14 de agosto, ela disse que só teria a resposta na segunda, dia que antecede a reunião, às 14hs.

 

Ainda de acordo com Júlia Amaral, essa diminuição dos projetos, pode ser também pelo fato de alguns projetos estarem sendo estudados por vereadores. “O número menor de projetos é pelo fato de estarmos aguardando o parecer de vereadores em relação a algum projeto para serem colocados em pauta”, destacou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.