sábado, 28 de Fevereiro de 2015 06:25h

Parlamento Jovem de Minas oferece programa de capacitação

Em 2015, processo de formação dos participantes passa a ser feito também em ambiente virtual

Uma novidade vai marcar o início do programa de formação para os participantes do Parlamento Jovem de Minas 2015. Neste ano, todo o processo de capacitação de coordenadores e monitores desenvolvido pela coordenação estadual passa a ser disponibilizado também aos estudantes que participam da etapa municipal do projeto. Essa capacitação vai ocorrer por meio de um ambiente virtual de estudos disponível a partir desta segunda-feira (2/3/15).

O Parlamento Jovem é um projeto desenvolvido pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), por meio da Escola do Legislativo, em parceria com a PUC Minas e câmaras municipais, e tem por objetivo viabilizar a formação política de estudantes do ensino médio. Neste ano, o tema do projeto é "Segurança Pública e Direitos Humanos".

O primeiro passo para ter acesso ao programa de formação é o cadastramento do usuário na plataforma virtual, com orientações para sua utilização. Para isso, basta seguir as instruções. Caso o usuário já tenha cadastro no ambiente virtual da Escola do Legislativo, deve fazer a inscrição no curso de formação, clicando nas opções “Guias e Comunidades” e "Parlamento Jovem 2015”. Uma tela será exibida com informações sobre o projeto e o usuário deverá escolher a opção "Quero me inscrever". A partir da inscrição, o usuário já terá acesso a todo o ambiente de estudos do programa de capacitação.

Nos anos anteriores, o ambiente virtual já era utilizado por coordenadores e monitores, capacitando-os para o trabalho com os estudantes. O objetivo da mudança proposta a partir deste ano é criar um espaço de estudos mais dinâmico, acessível e interativo, que integre todos esses públicos. Além disso, o programa foge ao formato de curso tradicional, privilegiando um modelo de “trilha da aprendizagem”, que busca ir além do espaço virtual, levando o debate, os materiais compartilhados e os conhecimentos construídos também para as oficinas de trabalho realizadas pelas câmaras municipais.

Entenda o projeto - No Parlamento Jovem de Minas, as câmaras municipais mobilizam escolas do ensino médio e fazem parcerias com universidades, órgãos públicos, empresas e organizações da sociedade civil para a implementação do projeto, formando uma extensa rede de formação política e educação legislativa em todo o Estado.

Na etapa municipal, os estudantes, com o auxílio de monitores das câmaras municipais, estudam o tema do projeto, debatem, elaboram e votam proposições de ação. A etapa regional fica sob a coordenação de municípios-polo, com representantes das demais cidades participantes.

Já a etapa estadual, realizada em Belo Horizonte, reúne representantes de todos os municípios e regiões participantes, sob a coordenação da Escola do Legislativo e da PUC Minas. Nessa fase, os estudantes votam propostas de ação para o poder público e de aperfeiçoamento da legislação sobre o tema estudado. O documento final com as propostas aprovadas é entregue à Comissão de Participação Popular da ALMG, que o analisa, emite um parecer e propõe um encaminhamento.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.