quarta-feira, 24 de Outubro de 2012 09:21h Gazeta do Oeste

Pena parcial de Marcos Valério já chega a 11 anos e oito meses

O empresário Marcos Valério, considerado um dos principais atores do esquema do mensalão, foi condenado a 11 anos e oito meses de reclusão - até o momento -, pelos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Por enquanto, foram analisados os crimes de formação de quadrilha e corrupção ativa, referente aos contratos com a Câmara dos Deputados e com o Banco do Brasil e os fundos Visanet. Além da pena de reclusão, os magistrados ainda estabeleceram, em valores parciais, multa de R$ 978 mil. A expectativa é que a pena total de Valério seja estabelecida nesta quarta-feira, quando o Supremo volta a analisar a Ação 470.

Marcos Valério recebeu, até o momento, as seguintes penas conforme cada crime:

Por formação de quadrilha o empresário recebeu a condenação de dois anos e 11 meses de reclusão.

Por corrupção ativa a pena estipulada pelo relator foi de quatro anos e um mês de reclusão. Além disso, o réu também deverá pagar multa de R$ 432 mil, referentes a 10 salários mínimos por cada um dos 180 dias-multa. Na época o salário era de R$ 280,00. Ainda sobre corrupção ativa, mas relativo ao contrato com o Banco do Brasil e o fundo Visanet, os ministros definiram a pena em quatro anos e oito meses de reclusão. A multa foi estipulada em 210 dias-multa no valor de 10 salários mínimos cada, totalizando o montante de R$ 504 mil reais – usando valores da época.

No crime de peculato, Valério foi condenado a quatro anos e oito meses de reclusão, mais 10 dias-multa no valor de 10 salários mínimos, atingindo o total de R$ 546 mil reais.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.