sexta-feira, 31 de Julho de 2015 13:09h

Pimentel participa de encontro de governadores com presidenta Dilma

Reunião foi realizada hoje (30/07) em Brasília; presidenta falou em “cooperação” e disse que economia brasileira é mais forte que parece

O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, participou hoje (30/7) em Brasília da reunião promovida pela presidenta Dilma Rousseff , no Palácio da Alvorada, com governadores de todos os estados brasileiros. A pauta do encontro apresentou temas como crescimento econômico, ajuste fiscal, pacto federativo e cooperação para que o país possa retomar a rota do desenvolvimento. O encontro teve também a participação do vice-presidente Michel Temer (PMDB) e ministros de Estado.

Em um discurso de aproximadamente 30 minutos, a presidenta Dilma disse que o “o bom caminho é aquele da cooperação” e defendeu um “projeto de cooperação federativa” para recolocar o país no caminho do crescimento econômico e social. A presidenta reforçou que conta com a cooperação de todos os governadores. “Conto com vocês. Quero dizer, do fundo do coração, que vocês podem contar comigo. Há muito que nós sabemos que o Brasil se passa nos estados e nos municípios. Se nós não tivermos um projeto de cooperação federativa, em que nos articulemos e façamos com que ela dê frutos e resultados, não estaremos trilhando o bom caminho. O bom caminho é aquele da cooperação”, afirmou a presidenta.

Dilma também defendeu seu mandato e garantiu que o cumprirá até o fim. “Temos um patrimônio em comum, expresso no fato de todos nós termos sidos eleitos num processo democrático bastante amplo no nosso país, e todos nós temos esse dever em relação à democracia e ao voto democrático e popular. Nas últimas eleições, assumimos compromissos perante os eleitores, expressos nos nossos planos de governo de quatro anos, portanto, até 2018", afirmou.

A presidenta conclamou todos a participarem de uma série de iniciativas, como a reforma do ICMS, e destacou que a economia do Brasil tem condições de se recuperar. “A economia brasileira é bem mais forte, sólida e bem mais resiliente do que era alguns anos atrás, quando enfrentou crises similares”, disse. “Não nego as dificuldades, mas imagino que temos todas as condições de superar as dificuldades e enfrentar desafios. Queremos construir bases estruturais para um novo ciclo de desenvolvimento”, frisou.

Antes do encontro com a presidenta, Pimentel e o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB), reuniram-se com o ministro da Fazenda, Joaquim Levy. O motivo foi conhecer detalhes sobre o fundo que o governo federal está criando para compensar eventuais perdas de arrecadação dos estados com a unificação das alíquotas do ICMS. A proposta do governo federal é que as alíquotas sejam unificadas em 4%. Hoje, os estados têm autonomia para definir as alíquotas cobradas.

Após a reunião com Levy, Pimentel e Pezão reuniram os governadores da base aliada da presidenta Dilma para relatar a conversa com Levy e definir uma agenda federativa e de crescimento econômico. Os governadores vão, agora, tentar fechar uma proposta de consenso em relação ao ICMS para apresentar ao governo federal.
 

Crédito: André Borges/Agência Brasília

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.