segunda-feira, 17 de Novembro de 2014 05:01h

Plenário homenageia 50 anos de fundação do Censa Betim

Solenidade em Reunião Especial reconhece importância do trabalho dedicado a pessoas com deficiência e seus familiares

Os 50 anos de fundação do Centro Especializado Nossa Senhora D'Assumpção (Censa), sediado na cidade de em Betim (Região Metropolitana de Belo Horizonte), foram homenageados em Reunião Especial do Plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), na noite desta sexta-feira (14/11/14). Durante a solenidade, houve a exibição de vídeo institucional e do grupo de teatro dos educandos do Centro que fez uma apresentação sobre “os dons”.

Ao se pronunciar, o deputado Rômulo Veneroso (PV), autor do requerimento que originou a reunião, ressaltou a importância da entidade e o valor do trabalho que desenvolve há cinco décadas. Em nome do presidente da ALMG, deputado Dinis Pinheiro (PP), ele saudou a diretora-presidente do Centro, Sra. Natália Costa, e relembrou a trajetória da fundadora do Centro, Ester Assumpção, ressaltando a dedicação da educadora.

“Ester Assumpção encarna as grandes almas, que aceitam como missão de vida um esforço permanente e abnegado, oferecendo ao outro o melhor de sua inteligência e de sua responsabilidade amorosa. Foi uma sorte para nós que duas mulheres, como Ester Assumpção e Helena Antipoff pudessem conviver e mudar para melhor a vida de criaturas até então estigmatizadas e segregadas. E aí está o Censa a nos lembrar, cotidianamente, de seu grande gesto, hoje administrado por outros profissionais igualmente voltados para uma tarefa que os torna altamente virtuosos e benevolentes”, ressaltou.

Na sequência, o parlamentar entregou à diretora-presidente do Censa a placa de homenagem à entidade.

Natália Costa agradeceu, ressaltando a alegria e emoção de receber, em nome do Centro, a homenagem da Casa. Ela ainda destacou o orgulho de representar o instituto e o que ele significa, abordou a qualidade da legislação brasileira no que tange à pessoa com deficiência, mas lamentou as dificuldades que ainda existem, sobretudo em relação à acessibilidade, salientando que há um enorme caminho e muitos obstáculos a serem transpostos. Por fim, detalhou o trabalho da entidade, estendendo agradecimentos a cada um dos setores e profissionais que organizam a entidade, aos educandos e aos familiares.

“A nossa luta e dedicação já nos renderam prêmios dentro e fora de Minas Gerais, mas receber este reconhecimento dentro da nossa Casa, a Assembléia Legislativa de Minas Gerais, é motivo de júbilo e orgulho, por isso agradecemos tanto”, concluiu.

A solenidade também foi prestigiada pela presidente do Conselho Estadual da Pessoa com Deficiência, Kátia Ferraz, e pelo vereador Sérgio Fernando Pinho Tavares, que representou o presidente da Câmara Municipal de Belo Horizonte, Leo Burguês. Ambos ressaltaram que o trabalho do Censa é “admirável e emocionante”.

 

Centro Especializado Nossa Senhora D'Assumpção

Fundado em agosto de 1964, em Betim (Região Metropolitana de Belo Horizonte), pela educadora Ester Assumpção, o Censa é um espaço de convivência, atendimentos clínicos e cuidados básicos.
A missão da entidade é atender às necessidades de pessoas com deficiência e seus familiares, assegurando-lhes uma educação socializadora e contribuindo com a melhoria de sua qualidade de vida.

O Centro conta com equipe transdisciplinar de clínica médica, psiquiatria, psicologia, pedagogia, nutrição, fisioterapia, enfermagem, além de farmácia e atenção à família. Os atendimentos podem ser integral (24 horas com hospedagem por tempo indeterminado); diário (dias úteis das 8 às 17 horas); ou hospedagem periódica (fins de semana, férias, ou em ocasiões de necessidade das famílias).

Além das atividades educacionais convencionais, a proposta de trabalho da instituição inclui, esportes, oficina de artesanato, atividades recreativas e socializantes, teatro e iniciação musical.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.