quinta-feira, 13 de Junho de 2013 12:37h Erik Ullysses

Polícia Federal monta esquema especial para atuação durante a Copa das Confederações

A Polícia Federal também participará da segurança da Copa das Confederações que terá início no próximo sábado (15) em Belo Horizonte. É o que afirma um comunicado divulgado pela agência de notícias da PF. Durante a realização do evento, o efetivo da Super

A Polícia Federal também participará da segurança da Copa das Confederações que terá início no próximo sábado (15) em Belo Horizonte. É o que afirma um comunicado divulgado pela agência de notícias da PF. Durante a realização do evento, o efetivo da Superintendência de Minas Gerais, contando também com as Delegacias do interior do estado, será empenhado. Dentre as Delegacias do interior que terão os seus efetivos concentrados na Copa está a de Divinópolis. Também fazem parte as Delegacias de Governador Valadares, Juiz de Fora, Montes Claros, Uberaba, Uberlândia e Varginha. Ainda de acordo com a PF, policiais federais lotados nas Superintendências dos Estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul também reforçarão o efetivo na capital mineira.

O alto número de pessoas empregadas na cobertura deste evento se explica devido à necessidade de um minucioso planejamento e de grandes operações. Além da Copa das Confederações, o país se prepara para receber nos próximos anos a Copa do Mundo da FIFA e as Olimpíadas, o que na visão da PF demanda um elevado nível de mobilização de pessoal e forças de segurança pública, e ainda a incorporação gradual de novas práticas e das mais avançadas tecnologias.

Em Belo horizonte as ações da Polícia Federal serão distribuídas em 19 áreas técnicas, atuando tanto preventivamente (inteligência, controle migratório, antiterrorismo), como repressivamente (Grupo Tático e Operações Especiais). As ações serão desenvolvidas juntamente com outros órgãos de segurança envolvidos no evento. Devido ao fluxo elevado de estrangeiro durante a Copa, a PF também terá acesso ao banco de dados e consultas a todas as nações integrantes da Polícia Criminal Internacional (Interpol), evitando assim a entrada de foragidos no país, bem como na localização de procurados internacionais, desaparecidos e veículos subtraídos.

Treinamento do Grupo de Bombas e Explosivos (GBE)

Na tarde de hoje o Grupo de Bombas e Explosivos (GBE) da Polícia Federal realizará um treinamento na Sessão Contra Incêndio do Aeroporto da Pampulha. O treinamento consistirá em um nivelamento de conhecimento acerca dos equipamentos que serão utilizados durante a Copa das Confederações. O treinamento será aberto para a imprensa e haverá a demonstração destes equipamentos, como aparelhos de raio-x, robôs, trajes anti-fragmentação, canhões d’água e kits de cordas e ganchos.

A Polícia Federal informou ainda que o GBE tem como principal finalidade atuar em caráter preventivo (em vistorias de segurança antibombas), em contramedidas (na identificação de artefatos suspeitos) e também em perícias de explosivos e pós-explosão.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.