quinta-feira, 7 de Julho de 2011 10:29h Atualizado em 7 de Julho de 2011 às 10:55h. Flávia Brandão

PR não abrirá mão Ministério dos Transportes e aguarda definição da presidente Dilma

Após as denúncias do envolvimento de servidores do Ministério dos Transportes em  suposto esquema de superfaturamento, o então ministro Alfredo Nascimento pediu demissão do cargo na tarde de ontem (6). De acordo com informações do deputado Jaime Martins (PR-MG)  o secretário-executivo do Ministério dos Transportes, Paulo Sérgio Passos - que é filiado ao PR -  irá assumir interinamente a pasta até que a presidente Dilma Rouseff (PT) nomeie o substituto. O deputado descartou ainda especulações a respeito do seu nome como possível substituto.


Já na tarde de ontem, senadores do Partido da República (PR) se reuniram com  a ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, e com o ministro da Secretaria Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, no Palácio do Planalto, para discutir a situação da pasta, que é do partido, mas ainda não houve nenhuma decisão a respeito do substituto no Ministério de de Alfredo Nascimento.


De acordo com informações da Agência Senado, o líder do Partido da República (PR) no Senado Federal, senador Magno Malta (ES), informou ao Plenário que Nascimento pediu demissão, em caráter irrevogável, do cargo de ministro de Transportes. Informou ainda que o ex-ministro irá retomar seu mandato como senador e que colocou todos os seus sigilos à disposição dos órgãos de fiscalização e investigação do país.


O deputado Jaime Martins descartou a existência de especulações dentro do PR sobre o fato de estar sendo cotado como possível substituto. “A presidente Dilma que determina quem irá ser o substituto e a informação é que Paulo Sérgio assume interinamente até que seja decidida a situação”, declarou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.