quarta-feira, 8 de Fevereiro de 2012 09:14h Atualizado em 8 de Fevereiro de 2012 às 10:19h. Flávia Brandão

Pré-candidatos e políticos marcaram presença em lançamento da Chapa 2 do Sintram

 Os pré-candidatos ao Executivo, Beto Cury (PT), Aristides Salgado (PT) e Dr. Francisco Gonçalves, (PSB) juntamente ao vereador, Edson Sousa (PSB), e a deputada estadual, Maria Tereza Lara (PT), marcaram presença e manifestaram apoio, na última segunda-feira (6), a Chapa 2, que foi lançada, oficialmente, se colocando na disputa pelas eleições da diretoria do Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Divinópolis e Região Centro-Oeste (SINTRAM). As eleições da entidade estão marcadas para o dia 28 e 29 de março.
João Madeira, que encabeça a composição da Chapa 2, destacou que a participação dos servidores foi bastante “efetiva” - cerca de 100 - no encontro realizado no Clube dos Servidores Municipais. Após esse lançamento, Madeira disse que será elaborado um informativo para apresentar as propostas para os trabalhadores municipais e sociedade divinopolitana. “Estamos fazendo um apanhado junto ao funcionalismo para que a proposta seja voltada de acordo com o interesse dele”, disse.
Madeira destacou que a chapa 2 está primando pelo compromisso moral e ético com os trabalhadores e discutindo o papel do SINTRAM, que deve estar voltado ao interesse dos sindicalizados, trabalhadores da rede municipal. O professor antecipou como compromisso de antemão a proposta de prestação de contas mensal. “Estatutariamente, a prestação de contas tem que acontecer no mês de junho, mas hoje com as ferramentas da internet entendemos que poderá ser feita mensalmente. O escritório de contabilidade faz a prestação e nós poderemos divulgar no site e jornal do SINTRAM para que as pessoas acompanhem a movimentação organizacional e financeira do sindicato”, disse.
Outra proposta é eleger delegados nas cidades, que estão presentes no território de representação sindical do SINTRAM, para que participem das reuniões da diretoria, desenvolvendo assim um trabalho mais amplo na região.
Também marcaram presença no lançamento o presidente do diretório municipal do PMN de Divinópolis, Waldemar da Pamer, o presidente do diretório municipal do PT de Divinópolis Luisinho, além das lideranças sindicais da CUT e SIND-UTE.
Orientação política
A reportagem questionou se a Chapa 2 irá se posicionar a respeito das eleições municipais e se iria apoiar a atual administração municipal. Em resposta, João Madeira disse que o compromisso da Chapa 2 é estatutário e o SINTRAM não é uma extensão de uma agremiação partidária, mas sim tem o dever de atuar  na representação dos trabalhadores municipais. No entanto, o professor avalia que não há impedimento de diálogos com autoridades e lideranças políticas. “Nós estamos agendando com o prefeito uma visita de cortesia, onde estaremos fazendo discussão dentro desse processo de eleição, mas o sindicato não deve estar atrelado a uma agremiação partidária, ele deve representar os trabalhadores”, declarou.
Chapa 1
Já Silvânio Alves, que é atual presidente do SINTRAM e pertence à Chapa 1,  disse que  não será feito lançamento oficial da composição, mas sim elaborados folhetos com todas as propostas da chapa, sendo que o mesmos serão distribuídos nos locais de trabalho dos servidores.  Alves argumenta a Chapa 1 não pode fazer esse lançamento por falta de recursos financeiros, já que necessitaria de locação de espaço e outras despesas.
Apoio partidário
A respeito de apoio partidário nas eleições municipais, o atual presidente alega que é importante separar as eleições municipais de Divinópolis das do SINTRAM.  “Cabe a categoria escolher a melhor chapa para ocupar seu sindicato e também cabe a categoria como cidadãos de Divinópolis escolher o candidato para gerir a cidade. São dois processos diferentes e não há orientação para que a chapa 1 apóie esse ou aquele candidato”, declarou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.