quinta-feira, 18 de Dezembro de 2014 03:45h Atualizado em 18 de Dezembro de 2014 às 03:49h. Jotha Lee

Prefeito admite linha área só para o ano que vem

Governo do Estado libera incentivos fiscais para companhia aérea

Depois de manter até a semana passada a informação de que a linha aérea comercial ligando Divinópolis a Campinas, no interior de São Paulo, estaria em operação até o final desse mês, o prefeito, Vladimir Azevedo (PSDB), finalmente admitiu que o início efetivo do serviço ocorrerá mesmo só no ano que vem.
A mudança de postura do prefeito ocorreu depois de matéria publicada pela Gazeta do Oeste em sua edição do último dia 9, quando a Azul Linhas Aéreas, que será responsável pela operação da linha, informou que a companhia solicitou a liberação dos voos somente a partir de 2 de fevereiro. O pedido foi encaminhado à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) no início de outubro e a empresa informou que “nunca trabalhou com a hipótese de iniciar os voos antes dessa data.”
Na sexta-feira passada a Diretoria de Comunicação da Prefeitura divulgou nota informando que continuam as obras de adequação do aeroporto Brigadeiro Cabral. De acordo com a nota, o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Paulo César dos Santos, garante que as melhorias serão entregues até o dia 20.
“Nossa previsão é de entregar o terminal até o próximo dia 20. Ele estará à disposição da Anac e da Azul, que estabelecerá o seu cronograma de operação. O que está projetado são voos saindo Campinas, chegando a Divinópolis e retornando para Viracopos. Obviamente nós acreditamos que com a demanda e estudos que já estão sendo elaborados, no futuro bem próximo teremos outras linhas, outros destinos também partindo do nosso aeroporto”, afirmou o secretário.
À reportagem da Gazeta do Oeste, o secretário assegurou há 15 dias que até meados da semana passada deveriam ser iniciadas a nova pintura do aeroporto, exigida pela Anac para a operação de jatos do porte ATR-72, a serem utilizados pela Azul na ligação com Campinas, e a reforma da parte externa para estacionamento e acesso do público. Entretanto, isso ainda não aconteceu.
Ontem não havia nenhuma atividade de operários na parte externa do aeroporto onde ficará o estacionamento, bem como não havia sido iniciada a nova pintura. As obras de readequação do terminal de passageiros, que constam da troca de vidros, reforma de banheiros e nova pintura, também não estão concluídas.

 

 

INCENTIVOS
O governador de Minas Gerais, Alberto Pinto Coelho (PP), presidirá solenidade hoje, às 17h, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, ocasião em que será assinado o protocolo entre o governo do Estado e a Azul Linhas Aéreas, que permitirá a liberação de incentivos fiscais para a companhia. Ontem, a Assessoria de Imprensa do governo não soube fornecer detalhes sobre o protocolo e quais serão os benefícios que o Estado proporcionará à Azul. Sabe-se que havia um acordo entre a companhia e o governo para possibilitar a operação da Azul em dez cidades de Minas, entre elas Divinópolis.
Convidado para o evento, o prefeito de Divinópolis confirmou presença e afirmou que a articulação com o governo do Estado para a implantação de voos comerciais já vem sendo feita ao longo dos últimos meses. “O protocolo vai permitir a expansão dos voos regionais e Divinópolis está entre as cidades contempladas”, afirmou.
Sem falar em datas, o Vladimir admitiu que os voos serão mesmo só a partir do ano que vem, ao contrário do que foi garantido pela Prefeitura até a semana passada, que afiançou o início das operações para o final desse mês. “Se Deus quiser a partir do próximo ano, conforme programado, teremos o sonhado voo regional ligando Divinópolis a Campinas”, disse o prefeito.
Inicialmente será realizado um voo por dia, de segunda a sexta-feira, com destino ao aeroporto internacional de Viracopos em Campinas. A duração da viagem é de aproximadamente uma hora e dez minutos. Ainda de acordo com o secretário Paulo César, de meia em meia hora a Azul disponibiliza um traslado, através de um ônibus executivo para São Paulo gratuitamente, com destino ao Aeroporto de Congonhas. “A chegada da companhia traz inúmeros benefícios não apenas para o município de Divinópolis, como para toda a região, facilitando o comércio e gerando pontos para economia local”, concluiu o secretário.
Ontem a assessoria de imprensa da Azul Linhas Aéreas reafirmou que os voos ainda dependem da liberação do aeroporto pela Anac e da contratação da empresa que vai operar tecnicamente o aeroporto. A licitação que indicará a empresa está marcada para amanhã, às 9h. “O pedido de voos foi feito a partir de 2 de fevereiro do ano que vem, mas isso depende de toda a estrutura técnica e física do aeroporto, cuja responsabilidade de análise é da Anac”, disse a Azul.

 

Crédito: Jotha Lee

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.