sexta-feira, 16 de Março de 2012 18:43h Atualizado em 17 de Março de 2012 às 11:02h. Cristiane Fernandes

Prefeito assina convênio de 6 milhões para entidades

Dos 6 milhões que as entidades vão receber, 4 milhões são do tesouro municipal

Ontem, 16, na parte da manhã, o prefeito de Divinópolis Vladimir Azevedo, assinou durante o evento na Secretaria Municipal de Educação (SEMED), os convênios que beneficiam entidades do município. Esse convênio teve um pequeno atraso, mas de acordo com o prefeito, não atrapalhou em nada.
Na ocasião, vários secretários municipais estiveram presentes e acompanharam o momento em que o prefeito assina o convênio que vai beneficiar 19 entidades de Divinópolis “ 19 entidades devem receber cerca de R$ 6 milhões, sendo que, deste valor, R$ 4 milhões saem do tesouro municipal” frisou o prefeito. As entidades beneficiadas são  da área social, em todas as frentes – proteção da criança, proteção ao jovem, formação de mão de obra, abrigo de incapazes abandonados, convênios na área de idosos e proteção do migrante.
Com a participação neste convênio, o prefeito se orgulha ao falar que nesta gestão, foi possível triplicar o investimento na área social em parceria com as entidades e também duplicar o número de entidades beneficiadas. O secretário municipal de Desenvolvimento Social, Paulo dos Prazeres,  também esteve presente e reforçou o trabalho realizado pela administração pública “a administração pública municipal tem construído de uma forma muito interessante e em articulação com as demais Secretarias os projetos e o auxílio às entidades que visam melhorar a qualidade de vida das pessoas” frisou.
Este convênio já era pra ter sido assinado, porém houve um atraso para resolver se o convênio seria realizado na cidade, de acordo com o prefeito, a demora para efetivar a assinatura foi devido as dúvidas que foram surgindo pelo fato de ser ano eleitoral “este ano é eleitoral e por isso, tem várias normas novas. O setor jurídico ficou com várias dúvidas, uma sobre a possibilidade ou não desse convênio existir, a outra, em relação a qual prazo esse convênio existiria, se poderia ir ate o final do ano ou não”explicou.
Em Junho do ano passado, foi realizado um primeiro convênio, mas foi paralisado devido a essas dúvidas, mas o prefeito, junto com o secretário municipal de Desenvolvimento Social, articularam e defenderam o projeto junto ao setor jurídico.
Todos os convênios serão entregues as entidades até Dezembro deste ano e o pequeno atraso, segundo o prefeito, não atrapalhou as entidades “esse pequeno atraso, nada vai atrapalhar o desenvolvimento de nenhuma política pública na área social” reforçou. Paulo dos Prazeres também acredita que o atraso não tenha atrapalhado em nenhum momento as entidades, pois todas continuaram os trabalhos que já tinham iniciado “o atraso não atrapalha, pois, dado o compromisso das entidades elas mantiveram e construíram  o processo de trabalho delas e não interromperam. O único problema é da agilidade do convênio, isso atrapalhou um pouco porque os recursos demoram um pouco mais a serem repassados” ressaltou.
Esse convênio será muito importante para a cidade, tanto para as entidades quanto para os moradores, o secretário acredita, que se trata de um trabalho essencial “esse trabalho é essencial, por exemplo, os moradores de rua, vamos poder ajudá-los através de entidades, enfim é uma série de ações que muitas vezes não vamos achar no serviço público pessoas com interesse de fazer” informou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.