quinta-feira, 15 de Março de 2012 08:40h Atualizado em 15 de Março de 2012 às 09:47h. Carla Mariela

Prefeito assina ordem de serviço para os projetos: Lei do Sossego e Segurança Iluminada

Conforme Vladimir, o investimento será mais de R$200 mil

Ontem, dia 14, às 8hs, o prefeito Vladimir Azevedo (PSDB), assinou duas ordens de serviço relacionadas a dois projetos: o primeiro relacionado à Segurança Iluminada, que tem como objetivo colocar mais 100 pontos de iluminação na cidade e o segundo é em relação à Lei do Sossego, que tem o intuito de combater a poluição sonora. O encontro aconteceu na Associação Comunitária para Assuntos de Segurança Pública (ACASP).
Conforme Vladimir, os projetos são importantes, uma vez que beneficiará a população por meio do setor de segurança pública. “Nós assinamos dois atos importantes aqui na ACASP, primeiro, dando sequência ao programa Segurança Iluminada demos a ordem de serviço de mais 100 pontos de iluminação norteados pelas forças de segurança pública, pelas redes vizinhanças segura coordenada pela ACASP. É um investimento de mais de R$200.000,00 na segurança pública pela parte da prefeitura que é essa parte de organização da cidade passando pela limpeza, pois agora vamos entrar também com um choque da limpeza pública e com esse investimento na iluminação pública orientado pela ACASP, pelos trabalhos comunitários e pelas forças de segurança”, relata.
Em relação à ordem de serviço para a lei do sossego, Vladimir Azevedo, afirma que ele assinou o projeto de combate a poluição sonora que, inclusive, já teria destino para a Câmara Municipal. “A lei do sossego 5380, ressalta que os carros que tem equipamento sonoro, que emite som que prejudica a vizinhança, retirando a tranquilidade e sossego dos moradores da cidade, não precisam mais de ser medidos em termo de decibéis para serem autuados. A ideia é que só de já terem equipamento de som que prejudica e emite som colocando prejuízo na vizinhança, ele já tem capacidade de ser autuado. Nós deixaremos que todo mundo se divirta nessa cidade, mas também vamos garantir a tranquilidade, o sossego da grande maioria, então na verdade é esse o aspecto do projeto de lei que nós assinamos hoje” esclarece.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.