quarta-feira, 20 de Março de 2013 06:26h Carla Mariela

Prefeito de Divinópolis Vladimir Azevedo esclarece notificação feita a ARSAE

Segundo o prefeito não se pode assistir vários bairros da cidade sem água, e por isso decidiu fazer a notificação, para que a empresa agregue com a prefeitura o papel de fiscalização

O prefeito de Divinópolis Vladimir Azevedo (PSDB) esteve ontem (19) em Belo Horizonte, para notificar a ARSAE (Agência Reguladora do Serviço de Água e Esgoto), em relação ao problema no abastecimento de água em bairros e regiões do município. O prefeito teve que tomar esta atitude tendo mesmo conseguindo os recursos para fazer os investimentos necessários para o bom abastecimento de água na cidade. Até que essas obras fiquem prontas ele terá que corrigir a falta de investimento do passado.
Conforme Vladimir Azevedo, essa falta de investimento foi corrigida no seu mandato anterior. Ele percebeu que ate as obras ficarem prontas o que deve acontecer até o meio do ano que vem, ele não poderá ficar assistindo a vários bairros e várias regiões da cidade ficarem sem água. “Às vezes os bairros ficam até dias sem abastecimento, e com uma freqüência relativamente alta, nesse sentido nós viemos aqui notificar a ARSAE para que some conosco no seu papel de agência reguladora e fiscalizadora do serviço de abastecimento de água e esgoto junto a Copasa para que ela tenha sempre um plano de emergência, bem feito e bem equacionado, bem estruturado até que essas obras fiquem prontas já no fim do ano”, afirmou.
O prefeito destacou que a sua expectativa é de receber a fiscalização da ARSAE após a semana santa e que com ela venha um plano de emergência até que as obras estruturadoras do abastecimento de água na cidade fiquem prontas.
O diretor da ARSAE, Hubert Brant, em entrevista, ressaltou que recebeu com muito prazer o prefeito Vladimir Azevedo, o qual o entregou a reclamação do Município com relação ao abastecimento de água. “Segundo o prefeito existe algumas regiões da cidade que estão com algumas deficiências e que necessitam que seja tomada providências urgentes no sentido de sanar estes problemas de uma forma mais rápida possível. A agência então está programando para a semana do dia 2 de abril uma fiscalização em Divinópolis para que se possa apurar todos os fatos que estão ocorrendo na cidade e procurar as soluções emergenciais para que possam os problemas possam ser resolvidos”, disse o diretor da ARSAE.
Para finalizar, o diretor destacou que a vinda a Divinópolis vai fazer com que a ARSAE tome todas as providências para efetivar as ações no sentido de buscar uma solução para o problema. Ele concluiu dizendo que é preciso que se tome conhecimento pormenorizado da situação para estudar quais as medidas poderão ser tomadas a curto prazo. “Nos pretendemos fazer durante esta fiscalização um levantamento e discutir junto a Copasa uma forma de equacionar uma ação rápida para que todos esses pontos que estão sofrendo com o desabastecimento local sejam munidos do recurso”, finalizou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.