quarta-feira, 6 de Agosto de 2014 07:49h Atualizado em 6 de Agosto de 2014 às 07:52h.

Prefeito garante instalação do Centro de Iniciação ao Esporte

Divinópolis terá o seu Centro de Iniciação ao Esporte (CIE) que será instalado no Bairro Icaraí.

Para garantir esse empreendimento o município celebrou convênio com a União.
Para garantir esse recurso - da ordem de 3.706.495,02 - o prefeito Vladimir de Azevedo esteve pessoalmente em Brasília assinando o convênio com o Ministério dos Esportes. Na ocasião o prefeito destacou a importância desse investimento para a cidade e o empenho da prefeitura para obtê-lo.
“No meu mandato passado, eu viabilizei um terreno para fazermos essa área de lazer, pois não tínhamos, e, hoje, temos um local amplo e com topografia favorável para esse projeto. Já no início do meu segundo mandato, conseguimos cadastrar o projeto junto ao Ministério dos Esportes. É com felicidade que confirmamos mais esta importante obra depois de muito trabalho”, destacou o prefeito.
O CIE será construído numa área de 7000 m ² e contará com estrutura apropriada para a prática do atletismo, ginásio poliesportivo com arquibancada para 122 lugares e área de apoio (administração, sala de professores/técnicos, vestiários, chuveiros, enfermaria, copa, depósito, academia, sanitário público).
O superintendente da Usina de Projetos e vice prefeito, Rodrigo Resende, explica que os recursos para construção dessa obra já estão assegurados na Caixa Econômica Federal e que a Prefeitura aguarda, por parte do Ministério dos Esportes, o envio do projeto, que é padrão para todo Brasil, para o início das obras do Centro.
Paralelo a isso, explica Rodrigo Resende, a prefeitura conseguiu junto ao Ministério dos Esportes a autorização para a contratação da empresa que faz a sondagem do terreno onde o Centro de Iniciação Esportivo será erguido no bairro Icaraí.
“Dessa forma, a Prefeitura demonstra seu interesse na efetivação dessa obra dando celeridade no que lhe compete”, diz Rodrigo.

 

 

 

 

 

Estrutura
A estrutura concebida para o Centro de Iniciação ao Esporte de Divinópolis comportará 13 modalidades olímpicas, sendo elas: atletismo, basquete, boxe, handebol, judô, lutas, tênis de mesa, taekwondo, vôlei, esgrima, ginástica rítmica, badminton e levantamento de peso. Poderão ser praticadas, ainda, nesse espaço seis modalidades paraolímpicas (esgrima de cadeira de rodas, judô, halterofilismo, tênis de mesa, vôlei sentado e goalball). E uma não-olímpica (futsal). A área de atletismo contempla as atividades de salto em altura, raia de atletismo de 110m, salto em distância/salto triplo e arremesso de peso.
Para o secretário de esporte de Divinópolis, Bernardo Rodrigues, o Centro de Iniciação ao Esporte inaugurará um novo momento no esporte de rendimento na cidade. “Temos a convicção que o CIE, após sua inauguração, será decisivo para revelarmos valores no esporte que possam representar Divinópolis e o Brasil em várias competições. Além, é claro, de utilizarmos esse espaço para o estímulo da cidadania por meio do esporte”, argumenta o secretário.

 

 

 

 

Ex-secretário de esportes esclarece dúvidas
Em relação à notícia de que o CIE estaria indo para a cidade de Itaúna, o ex-secretário municipal de Esportes, Rômulo Duarte, que acompanhou todo o processo de implementação do CIE e também do projeto de captação de setores empresariais, afirma que em nenhum momento houve qualquer sugestão de qualquer pessoa da Prefeitura para que a iniciativa fosse levada para outra cidade.
“Primeiro é necessário dizer que são dois projetos diferentes. O CIE é uma realidade e conta com recursos garantidos. Já o segundo é um projeto da iniciativa privada e que necessita de captação de recursos. Nós trabalhamos e fizemos tudo que estava ao nosso alcance para que os dois centros esportivos fossem construídos em Divinópolis. Cumprimos tudo o que foi acertado. Oferecemos uma área aos proponentes em frente ao CIE, aliás, do mesmo tamanho. Isso porque acreditamos que as duas unidades se completam”, garante Rômulo Duarte. Para ele, qualquer fala contrária que esteja sendo propagada não corresponde com a verdade.
“Temos que deixar isso muito claro. Essa iniciativa particular só se viabiliza porque tem uma entidade proponente. E até o momento não vi nenhuma fala da Prodesp, que é quem responde legalmente pela iniciativa’, acrescentou.
Já o presidente Prodesp, Daniel Alves Marciel, acrescentou que não há nenhuma alteração no projeto apresentado junto ao Ministério dos Esportes. “Toda documentação aprovada prevê a construção deste centro esportivo em Divinópolis. Isso é oficial para nós do Prodesp e para o Ministério dos Esportes”, disse.

 

 

 

 

Crédito: Divulgação

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.