terça-feira, 25 de Outubro de 2011 09:59h Atualizado em 25 de Outubro de 2011 às 10:03h. Flávia Brandão

Prefeitos retornam da China

A missão com sete prefeitos da região Centro-Oeste, coordenada pela Fiemg, rumo a China retornou no último dia 21 ao Brasil. Ontem (24), foi realizada coletiva onde os prefeitos destacaram a grande possibilidade de intercâmbio cultural em termo de gestão

Divinópolis, Pains, Itaúna, São Gonçalo do Pará, Formiga, Córrego Danta, Santo Antônio do Monte, esses foram os sete municípios, cujos prefeitos estiveram em uma missão coordenada pela FIEMG Centro-Oeste, rumo a China e que retornou ao Brasil no último dia 21. Ontem (24), no auditório da Fiemg, em Divinópolis, seis prefeitos e o vice-prefeito de Itaúna, falaram da experiência de 14 dias no país asiático e se mostraram otimistas com as possibilidades de prospecção de novos negócios. Como resultado da missão está prevista uma reunião com o governador de Minas Gerais Anastasia (PSDB) e com o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel (PT), para debater os encontros feitos com as autoridades e empresas chinesas  


A missão que foi promovida pela FIEMG e coordenada pelo presidente da regional Centro-Oeste, Afonso Gonzaga, saiu no ultimo dia 8 com foco de prospectar negócios, parcerias, conhecer os mais recentes lançamentos em tecnologias, promovendo o estreitamento da região com a China. No roteiro, os prefeitos visitam feiras, empresas e instituições públicas, entre outras atividades


O prefeito de Divinópolis Vladimir Azevedo (PSDB) ressaltou o “pioneirismo e ousadia” da missão coordenada pela FIEMG de levar o setor público para ver “o novo mundo”. O prefeito destacou ainda que foi possível verificar na missão uma nova percepção da gestão pública e trocar boas experiências com lideranças chinesas. Relativo a negócios, Vladimir destacou a potencialidade da indústria alimentícia. “Apesar da China  ser uma ameaça para o Brasil em termos econômicos é uma grande oportunidade em muitas outras coisas. O Centro-Oeste por exemplo tem muito a oferecer como no setor alimentício. São 1 bilhão 300 chineses e  próximo de 5 bilhões de refeições dia, ou seja é uma grande janela de oportunidade para exportação”, declarou.


O setor de fundições, vestuários, cosméticos e utilidades domésticas foram também ressaltados pelo prefeito Vladimir, levando em conta que hoje nova classe média cresce na China em busca de produtos importados de melhor qualidade. O líder do Executivo disse que tanto nos encontros com os setores comerciais no consulado do Brasil, em Hong Kong, como na embaixada brasileira, em Pequim, foi colocado que há espaço para fazer o intercâmbio econômico com as vocações comerciais de cada uma das cidades que compareceram na missão.


Gestão Pública


Vladimir destacou ainda uma reunião com a Associação de Prefeitos da China, que atua de forma semelhante à Associação Mineira de Municípios, onde foram debatidas diferenças culturais e do sistema jurídico na gestão pública e bem como abordada a possibilidade de estreitamento de laços com cidades chinesas. “Temos um estado chinês que já é amigo de Minas Gerais e vamos agora desdobrar também esforços para estreitar laços com algumas cidades chinesas”, declarou.


Feiras


O prefeito Vladimir destacou a visita as grandes feitas como a Feira de Catão, na cidade de Hangzo. “Inclusive fizemos contatos com a empresa e vamos encaminhar ao Governo de Minas. Empresa que já tem dez plantas na China tem na Austrália, tem na Índia, na região etc. É oriental e quer abrir plantas no ocidente e vê a região Sul América e o Brasil como uma boa oportunidade”, declarou.


Desdobramentos


O prefeito da AMM e prefeito de São Gonçalo do Pará, Ângelo Roncalli, também presente na missão destacou que os municípios não podem fazer a negociação direta a respeito da instalação das empresas, que tem interesse de vir para o Brasil. Nesse sentido, será agendada a reunião com o governador Anastasia e o ministro Fernando Pimentel para falar dos contatos estabelecidos de forma que as empresas interessadas sejam direcionadas para a região Centro-Oeste de Minas Gerais.


A missão contou ainda com a presença dos prefeitos: Ronaldo Márcio (Pains), Aluísio Veloso (Formiga), Geraldo Albano (Córrego Danta), Leonardo Lacerda ( Santo Antônio do Monte)  e o vice prefeito de Itaúna, Pedro Paulo Pinto.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.