quinta-feira, 15 de Setembro de 2011 09:52h Flávia Brandão

Prefeitura e Sintram estão em fechamento da campanha salarial 2011

Executivo apresenta contra-proposta na sexta e assembléia de servidores será no dia 20

O secretário de Planejamento e Gestão da Prefeitura de Divinópolis, Davi Maia, juntamente com o adjunto de Administração, Marco Aurélio de Oliveira, estiveram reunidos, ontem (14), com a diretoria do Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Divinópolis e Região (Sintram), em um terceiro encontro, para discutir a Política Salarial de 2011. Segundo Davi algumas questões já estão fechadas e outras demandas serão discutidas com o prefeito Vladimir Azevedo (PSDB), sendo formalizada a posição da Prefeitura nessa sexta-feira (16).

 

 

De acordo com assessor Político e Sindical da Diretoria do Sintram, Sérgio Danilo, diante dessa reta final de negociação já foi estabelecida a convocação de uma Assembleia Geral de todos os trabalhadores municipais para próximo dia 20, às 17h30 horas, na Casa de Baile, localizada no quarteirão fechado da Rua São Paulo, próxima a Câmara Municipal.

 

Reivindicações


Segundo o secretário Davi Maia “25 pontuações”, ou seja, reivindicações foram colocadas para a Prefeitura, sendo que muitas delas versam sobre um mesmo tema. O secretário salientou que o Executivo tem o Sintram como o legítimo representante dos trabalhadores municipais e está sempre pronto a ouvir as demandas. Nesse contexto, Maia destacou entre as reivindicações, a questão da “Saúde Ocupacional”, ou seja, a busca pela prevenção de problemas de saúde oriundos do trabalho. “As reivindicações referentes à Saúde Ocupacional serão atendidas integralmente”, adiantou. O secretário destacou também: a criação de um “Programa de Apoio ao Servidor (PAS)”, com o objetivo de motivar uma cultura organizacional dos servidores; o pedido de mais apoio a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA); e a capacitação, entre outras demandas.

 

 

Já assessor do Sintram, Sérgio Danilo, salientou como pautas prioritárias dos servidores o fim do congelamento do vale alimentação.  “O vale alimentação está congelado há mais de três anos, queremos descongelar e atualizá-lo aos índices do INPC anualmente”, declarou. Além disso, ele destacou o pedido de licença maternidade de seis meses. “Essa proposta inclusive a prefeitura concordou com os trabalhadores e vai ser fechada a licença maternidade”, disse.  Sérgio, assim como destacado pelo o secretário Davi, ressaltou a questão da Saúde Ocupacional.  “Estamos propondo a reformulação completa da saúde do trabalhador, com ampliação da atuação da CIPA isso já foi fechado com novos laudos admissionais e os periódicos para serem totalmente revistos”, explicou.

 

Reajuste salarial

 

 

Em relação ao reajuste salarial, Sérgio Danilo afirmou que o Sintram colocou as “perdas” por GHs - categorias e camadas em que estão enquadrados todos os servidores municipais -  pedindo a recomposição da tabela (salários). “Nós estamos agora esperando a proposta final da prefeitura para fechar  isso em assembleia”, disse.

 

Negociação

 

 

Segundo Sérgio Danilo a Prefeitura posicionou que quer construir junto com o Sindicato a negociação e destacou a vitória do PCCS da Educação, que - segundo o assessor - está sendo cumprida pelo Executivo, mas a necessidade de recomposição das perdas. “Não está fechada a negociação, mas a Prefeitura quer construir sempre. Como nós tivemos a vitória no PCCS da Educação, que foi aprovado há sete meses, temos sempre a negociação de recuperar as perdas mesmo que não seja imediatas, mas que tenha um prazo objetivo para cumprir”, finalizou.
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.