quinta-feira, 5 de Fevereiro de 2015 11:43h Atualizado em 5 de Fevereiro de 2015 às 11:45h. Mariana Gonçalves

Prefeitura realiza manutenção no Lago das Roseiras para o carnaval

A equipe do setor de Operações Urbanas, ligado à Prefeitura de Divinópolis, já está finalizando os procedimentos de manutenção do Lago das Roseiras

Principalmente no período do carnaval a região do lago costuma receber um número grande de banhistas. Conforme o secretário de Operações Urbanas, Dreifus Rabelo, praticamente toda a extensão da orla do lago já está limpa, além disso, o mato nas laterais da estrada utilizada para chegar até o lago também está sendo removido.
Recentemente uma rede local de televisão noticiou o ataque de peixes carnívoros nas águas do lago das roseiras. Dreifus destaca que essa semana serão instaladas placas na região alertando os banhistas sobre essa situação. “Tivemos esses dias registros do ataque de pirambebas, que são peixes da família das piranhas. Então as pessoas que forem se banhar no local devem tomar cuidado, não ir para longe da margem do lago e, ao perceberem qualquer coisa estranha, a orientação é sair imediatamente da água”, diz.
A Polícia Militar e a Polícia de Meio Ambiente irão intensificar as blitze nas proximidades do lago durante o período de carnaval e o bafômetro será utilizado. Uma equipe do Corpo de Bombeiros também deverá estar presente na região do lago durante todos os dias de carnaval.

 

PREVENÇÃO
Se o seu carnaval está programado para um local onde tenha rios, represas, lagos ou até mesmo piscina, aqui vão algumas importantes dicas para uma diversão segura e saudável.
Crianças nunca devem ficar sozinhas perto de qualquer área ou recipiente que contenha líquidos. Além disso, sempre que forem entrar na água os pequenos devem estar com coletes e boias, tais produtos devem estar certificados pelo Inmetro.
Já no caso dos adultos, bebida e água é uma combinação perigosa. O álcool tira o reflexo da pessoa e isso faz aumentar o risco de afogamento. Outra importante dica é nunca fingir estar precisando de socorro, pois em uma situação assim você pode acabar tirando a atenção de uma situação em que realmente a pessoa necessite de ajude.
No caso de presenciar um afogamento, se não for habilitado com as técnicas de salvamento, não tente entrar na água para resgatar a vítima. Tente lançar para ela objetos que flutuem como garrafas pet e tampas de isopor.  E nunca pule dentro da água em locais desconhecidos, pois o risco de se machucar batendo em pedras ou mesmo caindo em buracos submersos é muito grande.

 

Crédito: Mariana Gonçalves

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.