segunda-feira, 16 de Março de 2015 11:34h

Prefeituras do Sudeste debatem assistência social

Atendimento à população de baixa renda é tema de evento em Niterói. Centros de referência são porta de entrada ao Cadastro Único e a diversos programas sociais

O governo federal, em parceria com as prefeituras e os governos estaduais, mantém diversos programas, ações e serviços voltados para a população de baixa renda, mais vulnerável, e que precisa de apoio para melhorar de vida. E as unidades de atendimento de assistência social, onde as pessoas podem conhecer e ter acesso a benefícios, como o Bolsa Família, a cursos de capacitação do Pronatec Brasil Sem Miséria ou ao serviço de fortalecimento de vínculos, por exemplo, são o centro da política social no Brasil.

Para debater o funcionamento destes centros de referência e das demais ações e serviços do Sistema Único da Assistência Social (Suas), o Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas), com o apoio do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), promove em Niterói (RJ), de domingo (15) até terça-feira (17), o Encontro Regional no Sudeste. A ministra do Desenvolvimento Soci al e Combate à Fome, Tereza Campello, participa da abertura oficial do evento na segunda-feira (16), a partir das 9h, no Teatro Popular de Niterói.

Por meio do Suas, o atendimento socioassistencial à população do Sudeste é realizado em 2.349 Centros de Referência de Assistência Social (Cras), presentes em 99,7% dos municípios da região.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.