quinta-feira, 7 de Novembro de 2013 10:11h

Presidenta Dilma assina decreto de migração das rádios AM para FM

A presidenta Dilma Rousseff assina, nesta quinta-feira (7), o decreto que autoriza a migração das rádios AM para a faixa FM. A cerimônia acontece a partir das 11h, no Palácio do Planalto. Segundo o Ministério das Comunicações, a mudança atende a uma

A presidenta Dilma Rousseff assina, nesta quinta-feira (7), o decreto que autoriza a

migração das rádios AM para a faixa FM. A cerimônia acontece a partir das 11h, no

Palácio do Planalto.

Segundo o Ministério das Comunicações, a mudança atende a uma antiga

solicitação dos radiodifusores e o setor espera que as rádios AM recuperem a audiência.

Essas emissoras foram prejudicadas não só por causa da interferência no sinal de

transmissão, mas também porque não podem ser sintonizadas por dispositivos móveis,

como celulares ou aparelhos mais modernos.

A faixa FM possui cobertura com maior qualidade de transmissão, o que explica o

gradual desinteresse na continuidade da prestação do serviço de AM. Atualmente 1.772

emissoras operam na frequência AM em todo o Brasil e estão divididas de acordo com o

alcance: local, regional ou nacional.

De acordo com o Ministério, as emissoras terão prazo máximo de um ano para

solicitar a mudança da frequência de AM para FM e, depois da autorização, elas poderão

continuar operando nas duas faixas por um período de cinco anos, até a migração

definitiva.

A data para assinatura do decreto foi escolhida por ser o Dia do Radialista.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.