quinta-feira, 3 de Setembro de 2015 09:47h Atualizado em 3 de Setembro de 2015 às 09:52h. Jotha Lee

Presidente estadual do PSB marca data para discutir reorganização do partido em Divinópolis

Presidente estadual do PSB marca data para discutir reorganização do partido em Divinópolis

O presidente estadual do PSB e prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda, marcou para o próximo dia 11 visita a Divinópolis, para discutir com lideranças locais a reorganização da legenda na cidade. Inicialmente ele fará uma palestra para empresários na sede da Regional Centro-Oeste da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), onde também concederá entrevista coletiva. À noite, Lacerda receberá convidados para um jantar, ocasião em que será tratada a composição da nova comissão provisória do PSB na cidade.
O presidente da Fiemg Regional, Afonso Gonzaga, é o nome mais cotado para assumir a presidência da comissão provisória do PSB em Divinópolis. Ontem ele disse que até amanhã assinará a ficha de filiação ao partido, embora já esteja trabalhando para a recomposição da legenda. “O presidente do PSB estadual, Márcio Lacerda, deu-me essa incumbência de buscar pessoas para organizar o PSB em Divinópolis e nós estamos buscando nomes que estejam dentro da filosofia do partido e que possam contribuir para os projetos da legenda”, explicou Gonzaga, acrescentando que várias lideranças políticas da cidade já manifestaram interesse em filiar-se à legenda.
Sobre a presidência da comissão provisória, embora seu nome seja o mais cotado, Afonso Gonzaga diz que isso ainda depende de um acordo. “Estamos discutindo essa questão com um grupo e é esse grupo quem vai decidir sobre o presidente da comissão provisória”, garantiu. “O partido já trabalha dentro de um projeto, buscando uma nova linha política para que possamos trabalhar essa questão de gestão pública, que carece de administrações competentes, especialmente dentro do quadro caótico hoje enfrentado pelo país”, acrescentou.

 

CANDIDATO
“O PSB terá, sim, candidato a prefeito de Divinópolis”, assegurou Afonso Gonzaga. Segundo ele, já há uma orientação de Márcio Lacerda para que o partido lance o maior número possível de candidatos a prefeito no Estado. O objetivo é consolidar, também, a legenda em nível estadual, reforçando as bases políticas municipais. Sobre o eventual candidato do partido à sucessão municipal em Divinópolis, Gonzaga disse que ele precisa ter o perfil político do PSB. “Divinópolis carece de um gestor e é nessa linha é que estamos trabalhando. Temos que buscar alguém que saiba cuidar de gestão, porque a partir de agora os recursos ficarão ainda mais escassos”, afirmou.
De acordo com o presidente da Fiemg Regional, o setor industrial da região que já estava em crise, passa agora por momentos ainda mais difíceis, especialmente em função da alta carga tributária, da recessão que reduziu a circulação de dinheiro e da queda das vendas, especialmente no mercado interno. Para Afonso Gonzaga, o reflexo dessa crise atinge diretamente ao setor público, que perde capacidade de investimentos com retração na arrecadação, já que a redução no consumo gera o efeito cascata com vendas em baixa e queda significativa na arrecadação de impostos, atingindo diretamente os cofres públicos.
Afonso Gonzaga disse que o PSB ainda não tem o nome a ser lançado como candidato do partido na cidade, acrescentando que ainda é cedo para colocar a sucessão na mesa de discussão. “Ainda é cedo para discutir a sucessão, mas no PSB a decisão de lançar candidato em Divinópolis já foi tomada em função da reorganização que está sendo feita no partido. Vamos entrar no debate mesmo sobre a sucessão municipal no momento certo e já com um candidato que possa ser consenso”, finalizou. 

 

Crédito: Divulgação
Crédito: Jotha Lee

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.