terça-feira, 16 de Setembro de 2014 05:19h Atualizado em 16 de Setembro de 2014 às 05:24h. Jotha Lee

Pressão eleitoral leva governo de Minas a repetir antigas promessas

Em Divinópolis, governador anunciou liberação de R$ 8 milhões para o Hospital Público

Um dia depois da divulgação pelo Instituto Dividados da pesquisa de intenção de votos em Divinópolis, o governo do Estado programou uma visita relâmpago para a cidade, com o claro objetivo de tentar reverter o quadro desfavorável ao PSDB. Segundo a pesquisa, realizada entre os dias 3 e 5 desse mês, Fernando Pimentel (PT) venceria na cidade, com 32,5% das intenções de votos, contra 27% para o candidato tucano, Pimenta da Veiga. Na corrida presidencial, a situação é ainda mais desfavorável. Marina Silva (PSB), com 32,25%, e Dilma Rousseff (PT) 32%, empatam tecnicamente, e Aécio Neves fica em terceiro, com 24,75% das intenções de voto.

O quadro político na cidade exigiu uma mexida rápida nas peças do xadrez político e no fim da tarde de sexta-feira, um dia depois da divulgação da pesquisa, foram expedidos os convites, por e-mail, para a visita do governador, que ocorreu ontem no final da manhã. Com uma hora de atraso, Alberto Pinto Coelho chegou à sede da Associação dos Municípios do Vale do Itapecerica (Amvi), onde ocorreu o encontro com lideranças locais.
Acompanhado do prefeito, Vladimir Azevedo (PSDB), do vice-prefeito, Rodrigo Resende (PDT), e dos secretários de Estado da Saúde, José Geraldo de Oliveira Prado, e dos Transportes e Obras Públicas, Fabrício Torres, o governador chegou ao local do encontro onde o aguardavam prefeitos de 14 cidades da região, além de lideranças empresariais e candidatos a deputado federal e estadual.


No encontro, o governador anunciou a liberação de R$ 8 milhões para a continuidade das obras do Hospital Público Regional. Segundo José Geraldo, a obra atingirá o custo final de R$ 99 milhões, dos quais R$ 79 milhões vêm do governo do Estado e R$ 20 milhões são contrapartida do município, o que não estava previsto inicialmente. Disse ainda que a obra será entregue no final do ano que vem.


O anúncio causou surpresa, pois inicialmente a obra foi orçada em R$ 47,8 milhões, saltando posteriormente para R$ 79 milhões e, agora, R$ 99 milhões. A entrega deveria ocorrer em 2012, conforme anúncio feito pelo município. Entretanto, agora, às vésperas de mais uma eleição, o governo do Estado confirma o final de 2015 para conclusão.


Ainda segundo José Geraldo, com a liberação da verba anunciada ontem, restam apenas R$ 15 milhões a serem investidos para o término das obras. Assegurou também que é grande a preocupação do governo estadual ante a situação do Hospital São João de Deus, que nos últimos dias viu a crise se agravar com a possibilidade da interrupção do atendimento em setores chaves, como a maternidade e a nefrologia.


O secretário garantiu que, em função da campanha eleitoral, o Estado não pode liberar recursos para o São João, mas vai antecipar pagamentos, com o Pró-Hosp e verbas de custeio dos leitos de UTI, que podem chegar a R$ 3,8 milhões. “A gente espera que com isso o hospital tenha um fôlego, garantindo a prestação de serviços a toda população”, afirmou.

 

 

COPASA
Em tom de campanha eleitoral, o secretário de Transportes e Obras Públicas, Fabrício Torres, falou sobre os investimentos na duplicação da MG-050, repetindo antigas promessas. Sem anunciar nenhuma novidade, ele citou as obras realizadas nos entornos da cidade e disse que a duplicação entre Divinópolis e Itaúna já está em fase de licitação, com término previsto em dois anos.


Segundo ele, já foram entregues 55km de terceira faixa ao longo da rodovia, 21km de pista duplicada, vários viadutos para pedestres, pontes e correções de curvas. Ele assegurou que todo o entorno rodoviário de Divinópolis receberá pista dupla.


O presidente da Copasa, Ricardo Simões, também presente ao ato, anunciou que na próxima quinta-feira a empresa vai publicar o edital de licitação para contratação da Parceria Público Privada (PPP), com o objetivo de gerenciar e operar as estações de tratamento de esgoto na cidade. Vai ocorrer exatamente o que foi motivo de intensas críticas na cidade.


Depois de assinar contrato com o município para tratar o esgoto, a Copasa vai investir R$ 240 milhões, segundo informou Ricardo Simões, na construção das estações de tratamento e, posteriormente, terceirizar o serviço, através de uma PPP. Segundo ele, a parceria permitirá cumprir o contrato assinado com o município para tratamento do esgoto. “Isso garantirá honrar aquilo que está no contrato de programa, que é estar com a estação [de tratamento] em funcionamento em dezembro de 2016”, assegurou.

 

 

CRÍTICAS
O governador fugiu das perguntas indigestas. Blindado pela assessoria do governo do Estado, Alberto Pinto falou rapidamente à imprensa. Limitou-se a responder a três perguntas de interesse do governo e saiu rapidamente levando consigo os dois secretários estaduais que participaram da visita, mas não foram liberados para conceder entrevistas.


Já em pronunciamento durante o ato político, em tom de comício, o governador não poupou críticas ao governo federal e admitiu que tratava-se de um ato partidário. “Isso tudo que aqui está é fruto do compromisso político e que tem as decisões maiores dos nossos ex-governadores, Aécio Neves e Antônio Anastasia”, garantiu.


Alberto Pinto Coelho rebateu a propaganda eleitoral do PT, que afirma que o Estado não inaugurou os hospitais regionais. “Agora estão dizendo por aí que o Estado não inaugurou os hospitais regionais. Ora, estão em obras, em construção. Não há um real de recursos da União voltado para a construção dos hospitais regionais de nosso Estado. Em outros locais do país chega o dinheiro da União, aqui não chega. Mas nem por isso o governo do Estado deixa de fazer a sua parte. A União totalmente ausente. E a gente fica vendo esse discurso fácil, esse discurso irresponsável como se o governo federal estivesse presente e olhando para a questão da saúde”, discursou. “Estamos aqui celebrando não é algo de oportunismo eleitoral. É algo que vem construído ao longo do tempo e estamos aqui coroando com obras efetivas que vão mudar a face de Divinópolis”, finalizou.



Crédito: Jotha Lee

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.