quinta-feira, 9 de Maio de 2013 11:01h Carla Mariela

Projeto “Avança Centro-Oeste”

Empresário de Divinópolis lançará Projeto “Avança Centro-Oeste

O empresário e ex-vice-prefeito de Divinópolis, Francisco Martins, esteve na redação do jornal Gazeta do Oeste, ontem (08), pela manhã, para esclarecer como vai funcionar o projeto que está sendo lançado por ele com o apoio de outras lideranças, denominado Avança Centro-Oeste.

De acordo com Francisco Martins, o objetivo desta proposta é buscar um melhor desenvolvimento na região centro-oeste: desenvolvimento econômico, desenvolvimento estrutural, desenvolvimento na educação, na cultura e na saúde; por meio de uma aquisição de maior espaço de deputados da região na assembleia e no Congresso.

Segundo o empresário, ele começou a compreender e fazer um estudo sobre a falta do espaço da representatividade da região centro-oeste. Para ele, o ano que vem já é um ano de eleições para deputado estadual e deputado federal, para governador, para presidente da república e para o senado e, quando se fala de deputado estadual e federal que são os parlamentares que representam a região começa-se a entender que a região centro-oeste tem perdido espaço ao longo dos anos.

Segundo Francisco Martins, é fácil fazer esta avaliação, uma vez que o estado é dividido em dez regiões, sendo que são 53 deputados federais que compõe a bancada mineira na câmara federal, a região centro-oeste tem apenas dois deputados federais, Jaime Martins (PR) e Domingos Sávio (PSDB).
Já na assembleia legislativa tem 77 deputados estaduais, a região centro-oeste tem apenas quatro deputados estaduais, que é o Fabiano Tolentino de Divinópolis, Neider Moreira de Itaúna, Inácio Franco de Pará de Minas e Thiago Ulisses de Lagoa da Prata.

Francisco Martins chega à conclusão que a região do norte de Minas e o triângulo mineiro estão se organizando melhor e que Belo Horizonte já tem uma força natural, que muitos políticos que moram neste local por ter um número de eleitores maior levam vantagens. “Nós queremos é formar uma bancada da região centro-oeste. Cada parlamentar tem sua vida individual, tem o partido que pertence, tem suas defesas ideológicas com o mandato individual, porém queremos que os deputados se unam em defesa da região centro-oeste”, enfatizou.

Francisco Martins acrescentou relatando que o projeto Avança Centro-Oeste vai entrar em inúmeras áreas e de início de trabalho, vai ser feito um estudo dos deputados que foram votados em cada região centro-oeste, começando por Divinópolis, uma vez que foram mais de 200 candidatos a deputado estadual que foram votados em Divinópolis, depois a população vai ser lembrada de quantos votos eles obtiveram.

Martins disse que após fazer este trabalho, haverá um levantamento de qual o retorno que cada deputado deu para a região. Uma forma que o empresário vê como prioridade é o desenvolvimento econômico da região, uma vez que é preciso para melhorar o nível da região do centro-oeste. “Hoje a nossa região e os investimentos nela se caracterizam em investimentos do Vale do Jequitinhonha. Precisamos fazer uma reflexão para saber se a região centro-oeste está forte o bastante o quanto ela merece e o quanto ela representa o estado de Minas Gerais, eu entendo que não. Vai haver uma visita em todas as câmaras municipais, levantar esse assunto em debate para tratar sobre a representatividade”, frisou.

Francisco Martins enfatizou que comparecendo em todas as cidades do centro-oeste se percebe que elas estão fragilizadas porque na maioria delas não existem grandes investimentos econômicos. Ele esclareceu que vai fazer o convite para cidadãos que gostam da região centro-oeste para ajudá-lo a levar este projeto adiante. Haverá também uma organização não governamental para a realização deste trabalho.
Para Martins existem em Divinópolis algumas questões fundamentais que os deputados caso sejam eleitos devem dar mais atenção, como por exemplo, a questão da saúde. Para ele, o governo do estado precisa liberar mais recurso para o custeio da saúde no município.

“A construção do hospital é de extrema importância, mas e o custeio do hospital, é preciso que o prefeito esteja atento para isso, uma vez que a gestão e o custeio não são fáceis. A educação para mim também é prioridade, porque é preciso valorizar o educador para se ter motivação de mais faculdades de pedagogia e de mais jovens interessados a fazer o curso de pedagogia com o sonho de ser professor”, informou.

Ao concluir a entrevista, o empresário Francisco Martins, salientou que já que a eleição a deputado está chegando, ele está preocupado com o recadastramento. Para Martins, as pessoas estão desmotivadas a votar, a política brasileira tem desmotivado o cidadão a participar da política e a votar, com isso podendo ter uma perda significativa de eleitores de

Divinópolis nas próximas eleições. “Esse trabalho de divulgação que no dia 15 vai iniciar o recadastramento biométrico e falar da importância deste novo sistema. Para nós que moramos em Divinópolis e região centro-oeste, é importante participar e realmente levantar esta bandeira. Se não houver um trabalho muito grande de divulgação, eu acredito que perderemos 20% dos eleitores na próxima eleição”, finalizou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.