quinta-feira, 19 de Dezembro de 2013 03:53h Carla Mariela

Projeto de extinção do voto secreto é lido no expediente, mas deverá ser votado hoje

O presidente da casa legislativa de Divinópolis, Rodyson Kristnamurti (PSDB), na reunião ordinária da semana passada explicou sobre as quatro assinaturas dos vereadores da mesa diretora com apoio dos demais parlamentares referente ao projeto de extinção do voto secreto.
Conforme Rodyson Kristnamurti, no início desta 23ª legislatura, os vereadores já tinham conversado sobre esta possibilidade de extinguir o voto, mas como este projeto estava tramitando no Congresso Nacional e não tinha ainda nada definitivo sobre esta proposta por parte dos deputados e senadores, os vereadores acharam por bem aguardar os trâmites daquela casa.
Dessa forma foi sancionada a lei e Divinópolis vai tomar esta medida mostrando que esta legislatura trabalha com lisura, com a transparência. “A câmara municipal vai encerrar esta legislatura mostrando que todos os vereadores não esconderão o seu voto”, declarou.

Após ser protocolado na semana passada, projeto de extinção de voto é lido no expediente da câmara, mas o presidente em discurso recente afirmou que a votação deste ocorrerá hoje podendo ser em regime de urgência.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.