Projeto visa multa para donos de lotes sujos em Divinópolis.

O proprietário poderá ser multado em R$974 reais, além de arcar com os honorários de limpeza da equipe da Prefeitura.

Uma das maiores reclamações dos moradores de Divinópolis é em relação a quantidade de lotes vagos e sujos pela cidade. E esse problema é visto pelos quatro cantos do município. Buscando contornar essa situação, o vereador Eduardo Print Júnior (SD) entrará com um anteprojeto para fixar uma multa de penalização sobre estes proprietários. De acordo com o projeto, o objetivo é intensificar a fiscalização em todo o território local, notificar o dono do lote sujo e estabelecer um prazo para que a limpeza do mesmo seja realizada. Em caso de descumprimento do prazo acordado, o proprietário poderá ser multado em R$974 reais, além de arcar com os honorários de limpeza da equipe da Prefeitura.

Eduardo Print Júnior destaca a importância de se intensificar o monitoramento em toda a cidade, e pede ajuda aos moradores para que façam as denúncias. "Meu gabinete está aberto, e acredito que de todos os vereadores também. Já estou com uma lista feita de alguns pontos em que os moradores apontaram em minhas redes sociais e, assim que aprovado o projeto, encaminharei ao executivo para as devidas providências. O projeto vem para somar muito", afirma o vereador. 

EXEMPLO

Print Júnior afirma que o projeto já é aplicado em outras cidades da região, e precisa ser realizado também em Divinópolis. "Os bons exemplos a gente traz para cá. Em Cajuru, em pouco mais de um mês, mais de 500 proprietários foram notificados e os lotes foram limpos. Esse é o nosso objetivo. É bom destacar que, uma vez denunciado, de uma forma ou de outra o lote será limpo, mas com o proprietário arcando com as despesas, seja através de um serviço terceirizado, seja pelos honorários da Prefeitura após o vencimento do prazo da notificação", explica.

© 2009-2020. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.