quinta-feira, 8 de Março de 2012 08:55h Atualizado em 8 de Março de 2012 às 10:21h. Liziane Ricardo

PSB lança Dr. Francisco como pré-candidato a prefeito de Divinópolis

Sigla pretende coligar com mais seis partidos

Já foi dada a largada para a corrida às eleições municipais de 2012, e como já era previsto as reuniões partidárias começam a esquentar o clima da disputa. Na última segunda-feira (5) foi realizada uma reunião em Belo Horizonte junto ao diretório estadual do PSB na presença do presidente Walfrido dos Mares Guia, do secretário geral do partido Mário Assad, do vereador divinopolitano Edson Sousa e o mais novo pré-candidato a prefeito de Divinópolis Dr. Francisco Gonçalves.
Na ocasião, o presidente estadual consolidou total liberdade ao Dr.Francisco Gonçalves o comando do diretório municipal do PSB, nomeando-o ainda presidente da sigla em Divinópolis. Segundo Francisco Gonçalves, ele está muito feliz por ter a confiança dos diretores partidários, considerando que o partido se dispõe independente de empréstimos. “Na oportunidade da reunião já coloquei meu nome a disposição do partido, pois pretendo disputar as eleições deste ano, à vaga de prefeito. Já tive a experiência como vice e também alcancei o cargo de deputado federal, então acho que o momento é propicio para disputar a prefeitura”, comentou Gonçalves.
O propósito do PSB é conquistar cerca de 55 prefeituras, além dos possíveis candidatos a vereador. Já em relação às coligações que deverão ser feitas para o pleito deste ano, Francisco Gonçalves confirmou que o PSB está em conversação com o PT que tem Beto Cury como pré-candidato a prefeito, o PV que tem Heloisa Cerri como vereadora, com o PMDB, o Psol no qual conta com Jorge Torquato também pré-candidato a prefeito, além do apoio do PT do B e PRTB.
“Nossa união é indissolúvel e destas coligações sairá o candidato a prefeito e vice para as eleições de outubro. Já a chapa de vereadores também está completa” finalizou Gonçalves.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.