quarta-feira, 10 de Outubro de 2012 09:49h Gazeta do Oeste

PSDB: decisão do STF mostra que PT comprou apoio

O líder do PSDB na Câmara, Bruno Araújo (PE), afirmou nesta terça-feira que a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que condenou o ex-chefe da Casa Civil José Dirceu e o ex-presidente nacional do PT José Genoino por corrupção ativa consolidou para a história que o governo petista comprou apoio político. "O governo do PT usou recursos públicos para comprar parlamentares. Isso não é uma fala política, mas é uma fala da instituição da República. Hoje, ficou consolidado para a história", disse Araújo.

 

Ele afirmou que, com a condenação de Dirceu, Genoino e do ex-tesoureiro do partido Delúbio Soares, o Supremo pôs por terra toda a defesa que a legenda fez ao longo dos últimos anos. "Hoje é o reconhecimento formal do Estado brasileiro, por decisão judicial, de que houve um esquema que utilizou recursos públicos para a compra de apoio parlamentar", ressaltou.

Araújo disse que o PSDB gostaria que fosse julgado logo o processo envolvendo o ex-governador de Minas Gerais e atual deputado Eduardo Azeredo (MG), chamado de "mensalão mineiro". "Se dependesse de nós, esse processo ia a julgamento com rapidez", disse. O líder do PSDB na Câmara afirmou que se reuniu com Azeredo para ver se existem instrumentos formais para acelerar esse julgamento. "Isso faria bem para o partido e faria bem para Eduardo", afirmou.

Araújo lembrou que, dos 11 ministros do STF, nove foram nomeados na gestão do PT. "Não temos a menor dificuldade de enfrentar esse tema", disse. "No caso de Minas Gerais, ninguém ouviu falar de compra de deputado da Assembleia Legislativa. A situação de Eduardo Azeredo é análoga à do ex-presidente Lula. Os dois eram chefe de poder", completou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.