sábado, 1 de Outubro de 2011 18:08h Liziane Ricardo

PSL inicia filiações para formar chapa de vereadores em 2012

Ex -deputado Rinaldo Valério sai do PSL e migra para PSDC

O Partido Social Liberal (PSL) já está se organizando para o pleito de 2012, e segundo o presidente do diretório Rodrigo Kaboja, na próxima semana será oferecido um jantar preparatório para receber os afiliados do partido. O presidente que compõe a base aliada do atual governo Vladimir Azevedo (PSB) afirmou que a chapa da sigla não terá candidato à prefeito, porém será uma das mais completas na disputa pelo Legislativo.


“Pretendo fazer algo informal em minha residência mesmo, e tenho a intenção de convidar a imprensa para participar deste momento”, informou o presidente. Segundo Kaboja a chapa do PSL será uma das mais completas de Divinópolis. “A princípio não teremos nenhum candidato a prefeito, porém estamos com bons candidatos a vereador para a disputa no Legislativo”, frisou Kaboja.


Questionado pela reportagem sobre a permanência do ex-deputado Rinaldo Valério no PSL uma vez que houve rumores de que o ex parlamentar teria sido convidado para se afiliar ao PRTB, Rodrigo Kaboja disse que até o momento o ex-deputado continua afialiado ao PSL e não teria se manifestado, nem comunicado em relação aos planos políticos para 2012.


A reportagem da Gazeta do Oeste entrou em contato com Dr. Rinaldo Valério para confirmar qual seria a pretensão do ex-deputado estadual em relação ao pleito de 2012 e também sobre sua possível saída do PSL. Segundo Rinaldo Valério, sua desfiliação do partido dependia de uma reunião com líderes políticos em Belo Horizonte ocorrida na última quarta-feira. Entretanto, Valério confirmou com exclusividade para a Gazeta do Oeste que irá se desfiliar do PSL o quanto antes, migrando para o Partido da Socialista Democrata Cristão (PSDC). “Estive reunido com o presidente do PSDC que já era coligado com o meu partido e por isto, fechamos um bom grupo político. A sigla ainda não tem diretório no município, mas tem uma comissão provisória”, disse. Questionado sobre os motivos que o levou a mudar de partido, Valério explicou que o fato do presidente do PSL Rodrigo Kaboja, ter aceitado fazer parte da equipe de governo de Vladimir, alinhou o partido a base aliada, assim o impossibilitando de disputar as eleições contra o chefe do Executivo.


“Sou amigo do Kaboja e não tenho nada contra ele, porém mudando de sigla terei liberdade se for o caso de me candidatar no próximo pleito”, frisou. O médico e ex- parlamentar contou ainda estar caminhando junto da proposta de formar um grupo com o Dr. Francisco Gonçalves (PSB), com o PT e PMDB, e as expectativas de Valério é de que até o início da próxima semana ele já esteja afiliado no PSDC.


Já de antemão, Rinaldo informou que tem pretensões de disputar uma vaga no Legislativo Municipal no próximo pleito, mas também não descarta nenhuma possibilidade de se candidatar a prefeito de Divinópolis, por isto, logo agilizará sua mudança de partido antes do prazo final das filiações junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) até o dia 7 de outubro. 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.