PSOL apresenta pré-candidatos para a convenção do partido

Segunda-feira, às 19hs 30min, foi realizada a reunião do Partido PSOL, no edifício Costa Rangel, localizado na Avenida Antônio Olympio de Morais, com o objetivo de apresentar para a população e para os filiados do partido, quantos pré-candidatos foram escolhidos pelo PSOL para passar pela convenção, que conforme, o pré-candidato a prefeito Jorge Torquato, é a convenção prévia e não a oficial. Segundo, Torquato, ao todo são 26 pré-candidatos, sendo que dentre os 26, aproximadamente seis são mulheres. Além, de anunciar o número dos pré-candidatos escolhidos para a convenção do partido, o encontro serviu também, para esclarecer para todos os presentes, o que pode e o que não pode ser feito no período de campanha eleitoral.

 


Durante a entrevista, Torquato ainda afirmou que, todo partido normalmente começa a fazer as suas pré-convenções para oficializar o nome e o número dos pré-candidatos tanto na chapa proporcional, quanto na chapa majoritária. “Na chapa majoritária, em outras reuniões que já aconteceram, fui novamente escolhido como pré-candidato a prefeito pelo PSOL. Como eu queria ser pré-candidato a prefeito novamente, eu aceitei. Nós estamos participando de um bloco político onde esse bloco tende a escolher dentro de uma possível pesquisa, o candidato a prefeito e o candidato à vice, então, para o PSOL o pré-candidato sou eu”, ressaltou.

 

Jorge Torquato acrescentou que o bloco político, tem o PSDC do Doutor Rinaldo, o PV da Dr. Heloísa Cerri, o PTdoB do Roberto Bento, o PMDB do Galileu e outros partidos. “Nós estamos debatendo, mas respeitando a opinião do bloco. Nós estamos tentando caminhar nesse bloco porque nós queremos dar para a população de Divinópolis possivelmente uma melhor direção, uma vez que percebemos que nos últimos anos as gestões dos outros prefeitos não responderam os anseios dos cidadãos. Nós temos a preocupação e sensibilidade com as pessoas”, disse.

 

Ao ser questionado quais serão as propostas de trabalho durante a campanha eleitoral, como pré-candidato a prefeito, Jorge Torquato, afirmou que pretende valorizar o trabalhador e os bairros da cidade. Para ele, é necessário fazer uma gestão dos bairros para o centro, porque a maioria dos gestores que passaram por Divinópolis, teve sempre a preocupação somente com o centro da cidade. “As gestões anteriores se preocuparam com o centro e o trabalhador que mora nos bairros ficam a mercê dessa situação e não são contemplados. Hoje nós vemos uma situação calamitosa da cidade em que deixa a desejar. Como meta nós pretendemos melhorar a qualidade de vida das pessoas. Nós sabemos que os governos foram muito bem sucedidos no Brasil, como por exemplo, o presidente Lula, que foi um governo voltado para as pessoas mais carentes, para o trabalhador, para a periferia e para os bairros. Nós vamos trabalhar para a qualidade de vida das pessoas, principalmente, com o intuito de melhorar a área da saúde, educação e segurança”, declarou.

 


Torquato, explicou que na eleição passada, o PSOL ainda era relativamente pequeno em Divinópolis, e em um processo de ousadia e coragem, eles saíram com uma candidatura própria de prefeito e vice-prefeito. Após o trabalho desenvolvido pelo partido e com o crescimento do PSOL, Jorge Torquato, disse que o partido está sendo procurado nesse ano por outros partidos para uma possível coligação. Para ele, há a possibilidade de coligar com outros partidos, mas ainda não está nada fechado.

 


Por fim, Torquato, esclareceu que está com a chapa completa, fortalecida, e organizada. Os pré-candidatos apresentados são lideranças comunitárias, de bairro, comerciantes, são pessoas que são conhecidas na sociedade divinopolitana.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.