PT indica Renato Delgado para assumir a presidência do diretório de Divinópolis

Membros do partido escolheu Renato Delgado. Delgado deixou claro que dentro de um consenso construído entre membros do partido, não haverá em Divinópolis disputa para a chapa municipal, uma vez que o seu nome foi indicado por todos os companheiros para as

A partir de um consenso, Renato Delgado, foi o escolhido para estar à frente dos trabalhos que o Partido dos Trabalhadores (PT) desenvolverá a partir do próximo ano. Delgado afirmou em entrevista a Gazeta na câmara de Divinópolis, que o PT está vivenciando no Brasil inteiro as eleições internas, as chamadas PED (Processo de Eleições Diretas).
Segundo ele, neste processo, os militantes em todo o país, elegem: presidente nacional, diretório nacional, presidente estadual, diretório estadual; e o presidente municipal com o diretório municipal.
Delgado explicou que todas as eleições do PT ocorreram por meio de disputas. Conforme ele, algumas foram consideradas acirradas. Porém, ele esclareceu que neste ano o processo de seleção para assumir o diretório do PT será diferente, pois o Partido dos Trabalhadores entendeu que neste instante precisa se organizar mais. Entretanto, Delgado deixou claro que dentro de um consenso construído entre membros do partido, não haverá em Divinópolis disputa para a chapa municipal, uma vez que o seu nome foi indicado por todos os companheiros para assumir a presidência do partido a partir do próximo ano, em um mandato de quatro anos.
A sua prioridade após assumir o diretório estará voltada para a eleição de deputados do ano que vem, que para ele será um desafio. “Além do desafio da eleição para deputado, nós do partido queremos reeleger a presidente Dilma Rousseff e eleger o companheiro Fernando Pimentel para governador. Para as eleições de 2016 nós temos o nome do nosso companheiro Beto Cury que já foi colocado a disposição do partido. Fora as questões das eleições, nós temos o desafio de reaproximar o PT dos movimentos sociais, seja movimento comunitário, sindical, juventude, temos que nos organizar internamente”, relatou.
Delgado ainda destacou sobre a aproximação do diretório com a militância do PT. Segundo ele, hoje o partido tem cerca de 1.000 filiados e é preciso criar um mecanismo para a comunicação com estes. Outra aproximação necessária seria do PT com vários setores da cidade, principalmente, a imprensa, que para ele é um espaço onde há a oportunidade de colocar o que o partido pensa no Município, no Estado e no Brasil. “Os desafios são muitos, mas eu estou animado, estou preparado porque já fui presidente uma vez e agora é aguardar o próximo ano para assumir o partido com a mesma dedicação de sempre”, concluiu.

Sobre o Partido dos Trabalhadores

O Partido dos Trabalhadores (PT) é um partido político brasileiro. Fundado em 1980, é considerado um movimento de esquerda da América do Sul.
O ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, e a atual presidente, Dilma Rousseff, são amplamente reconhecidos como membros deste partido. Como símbolo, o PT possui a bandeira vermelha com uma estrela branca, com a sigla PT inscrita ao centro. Seu código eleitoral é o 13.
O PT possui, como os demais partidos políticos no Brasil, uma fundação de apoio. Denominada Fundação Perseu Abramo, foi instituída pelo Diretório Nacional em 1996 e tem por missão realizar debates, editar publicações, promover cursos de formação política e preservar o patrimônio histórico do partido.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.