quinta-feira, 11 de Junho de 2015 10:11h Atualizado em 11 de Junho de 2015 às 10:13h. Jotha Lee

PT pede enquadramento de vereador na Comissão de Ética

Peemedebista ataca médicos lotados na UPA e diz que ganha bem para isso

Será lida no expediente de abertura da reunião de hoje da Câmara Municipal a nota oficial do Partido dos Trabalhadores (PT) de Divinópolis, através da qual seu presidente, Renato Delgado, pede ao Legislativo a abertura de uma investigação na Comissão de Ética contra o vereador Hilton de Aguiar (PMDB) por quebra de decoro. Há um mês o vereador vem fazendo ataques sucessivos ao médico Alberto Gigante Quadros, filiado do PT e diretor do Sindicato dos Trabalhadores Municipais (Sintram). Plantonista da UPA 24h, Gigante é acusado pelo vereador de incompetente, que também insinua que o médico faz “corpo mole”, pois atende a um pequeno número de pacientes.
Hilton de Aguiar fez vários pronunciamentos na Câmara atacando o médico, inclusive utilizando palavras ofensivas. Foi essa situação que levou o PT a pedir a abertura de uma investigação contra o vereador. Na nota que será lida na sessão de hoje da Câmara, o PT afirma que não está assumindo a defesa do médico. “Até porque, seus 35 anos de trabalho em prol da saúde pública e sua sólida formação profissional, falam por si”, afirma a nota.
O PT afirma, ainda, que o vereador tem extrapolado a função parlamentar, ao utilizar a tribuna da Câmara para atacar a honra de pessoas de bem. “O que não podemos aceitar é que o vereador use a tribuna da Câmara para denegrir a imagem e ferir a honra de pessoas de bem. A imunidade parlamentar não pode servir a isso, sob pena de desvirtuar os objetivos do Poder Legislativo”, diz o partido.
Ainda segundo a nota petista, Hilton de Aguiar usa de argumentos inverídicos. “Medir a competência e o desempenho de um médico plantonista pelo simples número de atendimento é insensato, já que o Conselho Federal de Medicina determina que nos serviços de urgência/emergência se conceda um prazo maior para avaliação de pacientes em estado grave. O Conselho consagra que o número de vidas salvas, com o mínimo de sequelas residuais, é parâmetro de excelência. E nesse quesito ninguém questiona a competência do Dr. Gigante.”
O Partido dos Trabalhadores finaliza a nota invocando a Comissão de Ética da Câmara, para que o vereador seja investigado por quebra de decoro. “Entendemos que a Câmara Municipal, através de sua Comissão de Ética, deve invocar as regras do decoro parlamentar, enquadrando o vereador Hilton de Aguiar nos limites impostos pelo Regimento Interno.”

 

COISINHAS
Na sessão da Câmara da última terça-feira, o vereador Hilton de Aguiar voltou a atacar o médico Alberto Gigante. Ao falar sobre um homem que “tossiu” depois de declarado morto pelo médico Jorge Tarabal, Hilton de Aguiar incluiu Alberto Gigante em seus ataques. “Tanto ele [Jorge Tarabal] quanto o Dr. Gigante, ganham muito bem e estão pouco se lixando para a população. Eles têm que tratar a população muito bem, porque quem paga o salário deles é o povo”, disparou.  “Eu estou sendo sempre chamado na UPA e jamais iria sacanear com alguma pessoa. Só que com a denúncia que eu apresentei na Câmara, claro que alguém iria plantar alguma coisa para falar de mim. E pode falar. Eu estou atrás mesmo”, frisou.
A metralhadora giratória do vereador contra o médico Alberto Gigante, que dá a sensação de haver algo pessoal no discurso, vai mais longe. “Tem pessoas que se escondem atrás de algumas siglas. Exemplo é o Dr. Gigante que adora se esconder atrás do Sintram [Sindicato dos Trabalhadores Municipais] sendo que lá tem gente muita séria, a presidente Luciana é uma pessoa séria. Infelizmente o Dr. Gigante adora fazer as coisinhas e se esconder atrás do Sindicato”, bombardeou.
Além dos ataques pessoais, o vereador ainda foi irônico e, mais uma vez, colocou em dúvida a competência de Alberto Gigante. “E não adianta plantar pessoas para falarem de mim. Eu não sou médico, fui eleito para defender o povo, ganho bem para isso e estou pouco me lixando para médico, não médico, mas esses dois que eu citei o nome [Tarabal e Alberto Gigante]. Então, as pessoas que estiverem indo à UPA, fiquem atentas quando esses dois médicos tiverem atendendo. Talvez você chegue com uma cólica, com uma dor no pé, e já sai em um paletó de madeira. Esses dois médicos que ficam pensando serem os reis da cocada preta, pegaram a pessoa errada, pois estou aqui a favor do povo”, finalizou.
O médico Jorge Tarabal não foi localizado pela reportagem ontem a tarde para comentar as declarações do vereador Hilton de Aguiar. Já Alberto Gigante, com um plantão cheio ontem à tarde na UPA 24h, prometeu se manifestar em momento oportuno.

 

Crédito: Jotha Lee

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.