segunda-feira, 13 de Fevereiro de 2012 17:10h Atualizado em 14 de Fevereiro de 2012 às 10:18h. Liziane Ricardo

PT reconhece Divinópolis como cidade estratégica

Alianças com outros seis partidos já são costuradas para consolidar pré-candidaturas

Em comemoração aos 32 anos do Partido dos Trabalhadores (PT), o presidente nacional da sigla, Rui Falcão visitou o município de Divinópolis, onde cumpriu agenda junto aos filiados, pré-candidatos e representantes de futuras legendas em busca de coligação. Na ocasião, o mineiro Rui Falcão, nascido em Pitangui, deixou claro que o intuito do partido é de consolidar força política nas demais cidades pólo de Minas Gerais, a exemplo de Divinópolis.
Na oportunidade da visita Falcão destacou a importância das eleições este ano, uma vez que o PT pretende retomar sua força a começar pela disputa nas prefeituras. “Nossa primeira preocupação é manter aquilo que já temos, em segundo lugar reconquistar as prefeituras que perdemos em pleitos anteriores, e em terceiro ampliar em direção as cidades estratégicas como Divinópolis considerada polo econômico, atendendo a 57 cidades do entorno. E essas cidades estratégicas são as prioridades na nossa agenda Nacional, considerando que a meta do partido é crescer”, disse Falcão. Segundo as estatísticas apresentadas, a sigla de 2004 para 2008 o PT cresceu 32% aumentando de também de forma expressiva o seu número de vereadores eleitos.
O presidente do PT reforçou em entrevista a imprensa que sua visita a Divinópolis sinalizaria que o município está entre as prioridades da sigla, “todas as cidades com mais de 150 eleitores, que se tornam polo econômico, e que reúnem centros de universidades e contam com redes transmissoras de rádio e televisão, estão entre as 117 cidades priorizadas pelo PT. Isto além daquelas que já governamos”, frisou.
Além de presidente do Partido dos Trabalhadores, o mineiro Rui Falcão foi eleito deputado estadual por São Paulo, no entanto ele foi questionado se o Centro-Oeste de Minas tem o perfil petista, e sob esta perspectiva Falcão argumenta ser ideal que o perfil petista se espalhe pelo Estado todo, uma vez que Minas é o segundo maior colégio eleitoral, além de já ter o maior número de prefeituras governadas pelo PT.

COLIGAÇÕES
Com as pré-candidaturas já sendo costuradas para a disputa em outubro deste ano, Rui Falcão comenta que o fato de haver uma rejeição dos atuais candidatos em algumas cidades mineiras, há mais chances do PT elaborar boas propostas e abrir caminho para as novas lideranças nestes municípios. Contudo, em Divinópolis o PT pretende fazer coligação inicialmente com os que fazem parte da base aliada a presidente Dilma Rousseff, posterior a isto, já há certa sinalização do PT do B representado pelo vereador Roberto Bento, e também o PV.
Outra forte sigla da base presidencial que mostrou boa envergadura durante a visita de Rui Falcão, foi o PR na presença do deputado federal Jaime Martins. Após os rumores de que o deputado federal estaria sendo assediado a apoiar o atual governo PSDB, Jaime se fez presente no encontro com Rui Falcão, porém disse que ainda é cedo para definições, uma vez que estão sendo tratadas apenas pré-candidaturas. “Acho que no momento certo o PR irá reunir com todos os candidatos e ouvir as propostas. Para mim mais do que haver conchavos ou acordos, o mais importante é perceber alguém que tenha um projeto bom para a cidade, sobretudo vamos aguardar o processo deslanchar após a semana santa”, destacou Martins.
Já o pré-candidato Beto Cury, aproveitou o encontro com o presidente Nacional do PT para reafirmar sua pré-candidatura, e aliar as discussões junto dos partidos: PV, PT do B, PR, PMDB, PSB, PSDC, sob o intuito de construir um projeto político de crescimento, distribuição de renda e inclusão social. “A vinda do Rui Falcão evidencia a importância que Divinópolis tem no processo eleitoral para o PT. E nós junto dos partidos aliados queremos construir uma alternativa para afirmar que Divinópolis pode ir além”, comentou. Questionado sobre a escolha de seu vice, Cury acrescentou que está acertando a pré-candidatura dentro da legenda, e que também está conversando com os partidos aliados para que deste bloco de sigla seja possível escolher um vice e sair com chapa única de oposição no município. Porém ainda não há nenhum nome em predileção dos petistas.
Estiveram presentes durante a visita o presidente estadual da sigla, Reginaldo Lopes, o ex- vereador Aristides Salgado, prefeitos de diversas cidades da região como Eugênio Pinto de Itaúna, o vereador Roberto Bento, o presidente da Câmara Anderson Saleme (PR), representantes regionais da Caixa, filiados do PT e demais lideranças políticas. 
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.