segunda-feira, 17 de Setembro de 2012 13:09h Gazeta do Oeste

Recursos para prevenção no Trânsito serão repassados para os Municípios Mineiros

Serão repassados, para as cidades mineiras com 500 mil habitantes ou mais,os recursos para promover ações que reduzam mortes por acidentes e violência no trânsito. A portaria 1.934/2012, que regulariza essa medida, foi publicada, na última quarta-feira, no Diário Oficial da União – DOU. Para o projeto, vão ser destinados R$ 12.875 milhões proveniente do Piso Variável de Vigilância e Promoção da Saúde para o Projeto Vida no Trânsito.
De acordo com a Portaria, os recursos serão destinados aos Fundos de Saúde dos Estados, Distrito Federal e Municípios. Assim, o repasse será distribuído da seguinte forma: para capitais de Estados com menos de 500 mil habitantes, serão repassados R$ 175 mil; para as de 500 mil a um milhão de habitantes, serão destinados R$ 200 mil; e para as que têm acima de um milhão de habitantes, serão destinados R$ 250 mil.
Porém, essa ação não é suficiente para a melhora significativa do trânsito nas grandes cidades. Segundo o estudo do Instituto de Pesquisa Aplicadas (IPEA), são gastos, em média, R$ 22 bilhões por ano com acidentes em estradas, o que representa 1,2% do Produto Interno Bruto (PIB). A pesquisa leva em consideração desde danos materiais a gastos com atendimento e os prejuízos por interrupção do trabalho.
Já segundo o Sistema de Informações Hospitalares do Sistema Único de Saúde (SIH/SUS), foram registradas 65.843 internações, no período de junho de 2012, referente a acidentes de trânsito.

 

Eleitores de 21 cidades de Minas serão identificados pelas digitais em 2012


Nas eleições municipais de outubro, 21 cidades do Estado terão a votação biométrica. No total, 283.947 eleitores estão cadastrados nesses municípios onde serão utilizados a identificação digital.
Quatro dessas cidades já adotaram esse procedimento na votação de 2010 – São João Del Rei (35º maior colégio eleitoral de Minas), Pará de Minas (39º), Curvelo (51º) e Ponte Nova (58º). O eleitorado apto para votação biométrica desses quatro municípios, em 2012, chega a 213.558. Nas eleições de 2010, 60 cidades brasileiras tiveram votação biométrica.
Em 2011 e 2012, o TSE realizou a segunda etapa do recadastramento eleitoral para fins de biometria, que tem como objetivo habilitar ainda mais eleitores brasileiros para votar nas urnas com leitor biométrico já nas eleições municipais de 2012. Somente em 2011 foram chamados a comparecer aos cartórios eleitorais para o recadastramento mais de 8 milhões de eleitores de 235 cidades brasileiras.
Em Minas Gerais, a revisão eleitoral com recadastramento biométrico foi realizada em 17 municípios, com menor eleitorado que os anteriores.
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.