segunda-feira, 19 de Outubro de 2015 09:59h

Rede Mater Dei de Saúde será homenageada pela Assembleia

Reunião Especial para celebrar os 35 anos do hospital acontece nesta segunda-feira (19), às 20 horas, no Plenário

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) realiza, nesta segunda-feira (19/10/15), Reunião Especial com o objetivo de homenagear a Rede Mater Dei de Saúde, em Belo Horizonte, pelos seus 35 anos de fundação. A solenidade, solicitada pelo presidente do Parlamento mineiro, deputado Adalclever Lopes (PMDB), e pelo deputado Antônio Carlos Arantes (PSDB), será às 20 horas, no Plenário.

"São 35 anos de excelência na prestação de serviço e atendimento em saúde. Parabenizo o Hospital Marter Dei que tanto nos orgulha pela busca constante em se tornar uma instituição hospitalar referência, atendendo mais de 30 especialidades médicas, gerando empregos e, principalmente, atendendo pessoas, salvando vidas. Valorizamos quem trabalha por Minas e sabe cuidar dos mineiros", afirma o presidente Adalclever Lopes, ao justificar a importância da homenagem.

Antônio Carlos Arantes também congratulou o hospital pela data e pelo pioneirismo e avanço em prol da medicina e de seus usuários. “Acredito que a rede é de suma importância para o atendimento à saúde dos mineiros. A qualidade dos serviços ali prestados serve de referência para todos aqueles que trabalham com serviços médicos, seja público ou privado. Espelhar-se no melhor inspira a todos que querem prestar bons serviços à população”, afirmou.

O Hospital Mater Dei foi fundado em 1º de junho de 1980, em Belo Horizonte, pelo médico José Salvador Silva que, após comandar o estabelecimento por 32 anos, passou a presidência para o seu filho, o médico mastologista Henrique Salvador. Em 2014, foi inaugurada a segunda unidade da rede. “Esta nova fase foi um marco no atendimento médico-hospitalar no Brasil, com mais leitos e maior capacidade de atendimento, modelo pioneiro de Pronto-Socorro, completo parque de exames de diagnóstico e imagem e um centro de excelência em oncologia e radioterapia”, afirma José Salvador.

A Rede Mater Dei de Saúde gera mais de 2000 empregos diretos, conta com 643 leitos, sendo 163 leitos de CTI, 39 salas de cirurgia e prontos-socorros com capacidade para atender mais de 3.000 pacientes por dia. “Crescer, para nós, significa expandir a capacidade de atenção e, de forma alguma, abrirmos mão do cuidado e do carinho com o nosso cliente”, ressalta o presidente da Rede Mater Dei de Saúde, Henrique Salvador.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.