terça-feira, 1 de Novembro de 2011 10:55h Atualizado em 1 de Novembro de 2011 às 11:05h. Flávia Brandão

Rodrigo Resende é empossado como secretário de Desenvolvimento Econômico

Engenheiro destacou necessidade de estruturação do Centro Industrial

A Prefeitura Municipal de Divinópolis realizou, ontem (31), a solenidade de posse do novo secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Rodrigo Resende (PDT), que substitui o assessor especial de Governo, João Luiz (Pancho), que estava gerindo a pasta interinamente, desde o início de agosto. A solenidade ocorreu no auditório da sede da Associação dos Municípios do Vale do Itapecerica (AMVI) e foi prestigiada pelos deputados Jaime Martins (PR) e Fabiano Tolentino (PSD), além de vereadores, secretários da administração municipal e membros do PDT e PSL.


O prefeito Vladimir Azevedo (PSDB) destacou a experiência de Rodrigo Resende em outros cargos da administração pública municipal e federal e a “forte expressão política” do novo secretário que vem recompor de “forma qualitativa” a pasta. “Temos certeza que iniciamos um novo ciclo técnico e político no governo que o Rodrigo vem somar conosco e estamos sobretudo felizes com essa conquista e temos certeza que a cidade sairá ganhando com projetos estruturantes e essenciais na área de desenvolvimento econômico”, declarou.


Vladimir explicou que a escolha por Rodrigo Resende foi baseada em critérios técnicos e também de densidade e articulação política. “Como todo o secretário a escolha tem o viés técnico que considera o preparo e todo arcabouço intelectual e ao mesmo tempo a articulação política e densidade política. O Rodrigo atende todos os quesitos de forma plena e tenho certeza que será um dos secretários de destaque nessa reta final do governo”, declarou.


Em seu discurso de posse, o secretário Rodrigo Resende falou sobre a necessidade de associar o desenvolvimento econômico com o respeito ao meio ambiente alcançado o bem estar coletivo e respeitando as gerações futuras. Disse que não é fácil atrair indústrias de médio e grande porte, mas sinalizou que irá trabalhar na estruturação do Centro Industrial com reforço na energia elétrica com instalação de um gasoduto, que ofereça gás natural e adiantou que inclusive há possibilidade de instalação de uma indústria para consumir 91m3 desse gás.


O novo secretário destacou também o setor do comércio e serviços, que atualmente emprega 66% dos trabalhadores e áreas a “serem exploradas” como a rede hospitalar diante da ampliação do Hospital São João de Deus e a construção do Hospital Público, que irá gerar mais empregos especializados. Além disso, citou o setor confeccionista e a construção do Centro de Excelência em Ferrovias com oferta de cursos técnicos na área.


Pendências


Relativo à inexistência de uma legislação de fomento econômico, que estabeleça a concessão de incentivos para instalação de grandes indústrias que vem inclusive sendo levantada por vereadores na Câmara Municipal, Resende afirmou que esteve em conversa com o secretário adjunto José Elísio e “está a par do que está acontecendo” e nesse sentido será elaborado um novo projeto de lei para ser enviado ao Legislativo Municipal.


Proema 


A reportagem questionou o novo secretário e o prefeito Vladimir sobre a indefinição de instalação da Proema e ambos disseram que a questão será sanada. O próprio prefeito classificou o fato como uma “novela a parte” e justificou o atraso (empresa tem protocolo assinado desde 2009) devido a um “litígio” entre os sócios. No entanto, o líder do Executivo revelou que grandes investimentos estão cotados para se instalarem na cidade e serão revelados até o final do ano caso a Proema não seja viabilizada. “Se não viabilizar teremos outras plantas ainda mais vantajosas para a cidade já desenhadas também com o governo do estado e com outros grupos empresariais”, declarou.


Experiência
Rodrigo Resende atuou na administração municipal de Divinópolis no período de 88 a 92, no governo Galileu, como engenheiro civil na Secretaria de Obras. Além disso, foi secretário de obras em Cláudio de 97 a 2003. Assumiu a superintendência da Rede Ferroviária Federal, em 2003, afastando do cargo para concorrer ao lado de Geraldinho Martins como candidato a vice-prefeito nas últimas eleições municipais. 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.