sexta-feira, 10 de Julho de 2015 10:48h Atualizado em 10 de Julho de 2015 às 10:50h. Jotha Lee

Sávio diz que crise brasileira tem origem nas falcatruas do governo

As notícias ruins, que afetam diretamente a área econômica e alimentam a crise que o país vive, não param de chegar para o governo

Desemprego em alta, dólar operando acima de R$ 3,20, greves pelo país e inflação batendo recordes formam um pacote bombástico para alimentar a crise econômica.
Em junho, a inflação ficou em 0,79%, acima da taxa de 0,74% registrada no mês de junho. A inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) atingiu 8,89%, nos últimos 12 meses encerrados em junho último, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Foi o mais elevado índice acumulado em 12 meses desde dezembro de 2003, quando chegou a 9,30%. O IPCA é o indicador oficial do governo para aferição das metas inflacionárias.
A taxa de desemprego atingiu – no trimestre de março a maio – 8,1%. No mesmo trimestre do ano passado, o resultado foi 7%. Os dados constam da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua (Pnad Contínua), divulgada ontem pelo IBGE. No trimestre encerrado em fevereiro deste ano, a taxa alcançou 7,4%.

 

FALCATRUAS
A crise que o país atravessa foi o pano de fundo para mais um duro ataque ao governo petista, feito pelo deputado federal Domingos Sávio, presidente do PSDB de Minas Gerais, em pronunciamento no plenário da Câmara. “O Brasil está mergulhado numa das piores crises de sua história. Uma crise que tem origem principalmente nas falcatruas deste governo e daqueles que se apossaram, não só da Petrobras, mas muito da estrutura pública, para roubar o dinheiro público, para usar esse dinheiro público em benefício próprio, para uso em campanhas eleitorais e depois vem se defender falando que há uma tentativa de golpe, como se apurar a verdade, punir os culpados fosse golpe”, atacou.
O deputado divinopolitano, que tem sido uma das vozes oposicionistas mais críticas ao governo federal, disse ainda que é preciso manter as instituições funcionando. “É preciso termos firmeza nesse momento, para que prevaleça a lei, a seriedade para que as instituições continuem trabalhando e investigando. É isso que nós precisamos fazer”, afirmou.
Domingos Sávio criticou, ainda, a posição do senador pelo Rio de Janeiro, Lindenberg Farias (PT), que sugeriu que o Brasil copie a Grécia e dê o calote. “Parece que ele não sabe que a crise do Brasil, que é muito grande, é principalmente interna, com poupadores, com títulos da dívida pública, e o calote seria o caos para o país. É isso tipo de mentalidade que nós queremos combater. O Brasil precisa superar, virar essa página e para isso não há dúvida, nós temos que combater esse governo de desmando e corrupção. Isso não é golpe. Isso é defesa do Brasil, dentro dos meios institucionais, fortalecendo e valorizando, tanto o Ministério Público, o Tribunal de Contas, Polícia Federal, para que a Justiça seja feita. A lei é para todos. Não podemos aceitar que a senhora Dilma, o senhor Lula, achem que estão acima da lei e façam os absurdos que fizeram com o Brasil e fiquem na impunidade. O povo brasileiro não aceita mais isso”, finalizou.

 

Crédito: Jotha Lee

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.