sexta-feira, 17 de Julho de 2015 10:52h

Secretário de Saúde é afastado do cargo

Prefeitura evita maiores comentários sobre a medida

A Prefeitura evitou polemizar ontem o afastamento “temporário” do cargo do secretário municipal de Saúde, David Maia. O afastamento foi oficializado através da publicação do decreto 11.874, que também nomeou Maria Inês Ribeiro Leão para ocupar interinamente a pasta durante a ausência do titular. De acordo com o decreto, David Maia ficará afastado no período de 17 a 24 de julho, para “tratar de questões de cunho pessoal”.
Chama a atenção o fato da nomeação de uma secretária interina para o cargo durante o afastamento do titular que vai durar apenas uma semana. Em situação normal, não haveria necessidade de nomeação de uma secretária interina. Entretanto, o decreto assegura que a medida foi tomada considerando a necessidade de garantir o adequado andamento dos processos de trabalho na Secretaria Municipal de Saúde (Semusa).
Ainda de acordo com o decreto, “a natureza das atividades de competência da Secretaria Municipal de Saúde, bem como a possibilidade de ocorrência de alguma excepcionalidade demanda a nomeação de um secretário interino para titularizar as responsabilidades durante a breve ausência do titular do cargo.”
A Gazeta do Oeste solicitou um posicionamento oficial do município sobre o afastamento de David Maia, porém a nota enviada pela Diretoria de Comunicação limitou-se a repetir o conteúdo do decreto.

 

ROTINA
David Maia cumpriu ontem um dia de trabalho normal na Secretaria. Pela manhã, recebeu o novo presidente do Conselho Municipal de Saúde (CMS), o professor Léo Santos. Segundo ele, a exoneração temporária do secretário não entrou na pauta da reunião. Ainda de acordo com o presidente do CMS, ficou decidido que a partir de 3 de agosto o Conselho terá uma secretária executiva para contato direto com a população. “Os outros assuntos da reunião foram administrativos, entre eles a elaboração de um novo regimento interno para o Conselho”, informou.
David Maia é um dos homens da confiança pessoal do prefeito, Vladimir Azevedo (PSDB). Até 15 de setembro do ano passado, ele ocupou o cargo de diretor da Empresa Municipal de Obras Públicas e Serviços (Emop). Deixou o cargo sem conseguir tirar a empresa do atoleiro, embora no período de sua gestão a Prefeitura tenha socorrido a empresa com aumento de capital. Ao mesmo tempo, ocupou interinamente o cargo de secretário municipal de Saúde, em substituição a Dárcio Abud Lemos, afastado por uma decisão judicial. Nesta mesma data, foi exonerado na Emop, passando a ocupar a Semusa como titular do cargo.
De acordo com a nota da Diretoria de Comunicação, a secretária interina, Maria Inês Ribeiro Leão, é servidora de carreira e atualmente é a diretora de Regulação em Saúde da Semusa. É uma profissional com experiência em gestão no Sistema Único de Saúde (SUS), administração dos serviços de Enfermagem e assistência ambulatorial e hospitalar. Esta é a terceira vez que Inês Leão assume interinamente a Semusa.

 

Crédito: Rodrigo Dias/PMD

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.